Preço médio da energia solar cai 11% no Brasil, aponta estudo

No terceiro trimestre de 2023, o preço médio da energia solar para residências no Brasil experimentou uma significativa queda de 11%, em comparação com o trimestre anterior, atingindo o valor de R$ 3,17 por watt-pico (Wp). Essa redução de preços foi impulsionada por uma conjunção de fatores, sendo a principal delas a diminuição do dólar e do custo do frete internacional. No último ano, o custo do transporte de painéis solares diminuiu surpreendentes 77%, o que teve um impacto positivo nos custos totais. Tais descobertas são resultado de uma pesquisa conduzida pela Solfácil, provedora de serviços e soluções para a instalação de painéis fotovoltaicos.

Redução no Centro-Oeste

A redução do preço médio da energia solar foi observada em todas as regiões do país. O Centro-Oeste se destacou como a região com o menor preço médio, apresentando R$ 3,05 por Wp, o que representa uma queda de 10%. Os estados apresentam a seguinte média:

  • Mato Grosso do Sul registrou R$ 2,98 por Wp;
  • Mato Grosso R$ 3,01 por Wp;
  • Goiânia R$ 3,16 por Wp;
  • Distrito Federal R$ 3,88 por Wp. 

Redução no Sudeste

O Sudeste é a segunda região mais econômica do país para a instalação de energia solar, com uma redução de 13% no preço médio,  a maior queda do período, que agora é de R$/Wp 3,14. O Espírito Santo é o estado mais barato, com um valor de R$/Wp 2,90. São Paulo e Rio de Janeiro têm o mesmo preço, R$/Wp 3,11. Minas Gerais apresenta R$/Wp 3,22.

Redução no Sul

A Região Sul tem a média de R$/Wp 3,16, com uma redução de 12%.  Os estados se dividem com a seguinte média:

  • Rio Grande do Sul, R$/Wp 3,37;
  • Santa Catarina, R$/Wp 3,39;
  • Paraná, R$/Wp 3,00.

Redução no Nordeste

O Nordeste do país apresenta um custo médio de R$/Wp 3,17 – uma queda de 12% no período.  A região oferece condições geográficas vantajosas para investimentos em energia solar. Ao dividir por estados, vemos que:

  • Maranhão registra R$/Wp 3,04;
  • Piauí com R$/Wp 3,07;
  • Sergipe com R$/Wp 3,07;
  • Rio Grande do Norte com R$/Wp 3,13;
  • Alagoas com R$/Wp 3,14;
  • Paraíba com R$/Wp 3,17;
  • Ceará com R$/Wp 3,20;
  • Bahia com R$/Wp 3,26;
  • Pernambuco com R$/Wp 3,27.

Redução no Norte

A região Norte, por outro lado, é a que apresenta o preço médio mais elevado, atingindo R$ 3,33, com uma queda de 9%. Ao analisar os estados individualmente:

  • Acre registra média de R$/Wp 2,89;
  • Rondônia com R$/Wp 2,91;
  • Roraima com R$/Wp 2,99;
  • Amazonas com R$/Wp 3,11;
  • Amapá com R$/Wp 3,11;
  • Tocantins com R$/Wp 3,26;
  • Pará com R$/Wp 3,43.

O aumento da capacidade produtiva e a dinâmica entre o estoque e a rotatividade também contribuíram para o movimento de redução. O preço do polisilício, principal matéria-prima para a produção de painéis solares fotovoltaicos, se manteve estável no período considerado.

Compartilhe!

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Próximo evento

Evento: DISTRIBUTECH
Data: 26/02/2024
Local: CENTRO DE CONVENÇÕES DO CONDADO DE ORANGE
00
Dias
00
Horas
00
Min.
00
Seg.
Evento: Light+Building
Data: 03/03/2024
Local: Fair Frankfurt
00
Dias
00
Horas
00
Min.
00
Seg.
Evento: Fórum GD Sudeste
Data: 06/03/2024
Local: São Paulo - SP
00
Dias
00
Horas
00
Min.
00
Seg.
Evento: Agenda Setorial
Data: 13/03/2024
Local: Hotel Windsor Barra - RJ
00
Dias
00
Horas
00
Min.
00
Seg.

Controle sua privacidade

Nosso site usa cookies para melhorar a navegação.