Planta de hidrogênio renovável da Eletrobras em Itumbiara recebe certificação da CCEE

A planta de produção de hidrogênio renovável (H2V) instalada na usina hidrelétrica de Itumbiara (MG/GO) recebeu, nesta terça-feira (7), a certificação da Câmara de Comercialização de Energia Elétrica (CCEE), em evento realizado na Eletrobras, no Rio de Janeiro. O documento comprova que o hidrogênio é produzido a partir de fontes renováveis. Em Itumbiara, usina de responsabilidade da subsidiária Eletrobras Furnas, a produção se dá pelo processo de eletrólise, com uso de energia hídrica e fotovoltaica. 

A planta de H2V de Itumbiara foi a primeira a entrar em operação no Brasil. Atualmente, a produção acumulada desde o comissionamento da planta, em 2021, ultrapassa 3 toneladas de hidrogênio renovável. A capacidade de produção é de cerca de 100 kg/dia.

“O hidrogênio renovável é uma das grandes apostas mundiais para a descarbonização e deve ser cada vez mais valorizado como o principal combustível da próxima década. O Brasil tem tudo para ser uma potência de hidrogênio renovável, e a Eletrobras, com toda a sua expertise em energia limpa, quer liderar este processo”, diz Ítalo Freitas, vice-presidente de Comercialização e Engenharia de Expansão da companhia.

Vice-presidentes da Eletrobras, Rodrigo Limp e ítalo Freitas ao lado dos representantes da CCEE, Alexandre Ramos e Talita Porto. ​​​Imagem: Reprodução/Cláudio Ribeiro.

Gerente de E-Combustível  da empresa, Victor Hugo Goes Ricco explica que a planta de Itumbiara é um projeto-piloto, uma “plataforma de estudos para o desenvolvimento de outros projetos voltados à descarbonização de diversos setores da economia, como o agronegócio, a indústria e o setor de transportes”.

A planta de produção de hidrogênio renovável na UHE Itumbiara foi inaugurada em dezembro de 2021, quando, então, começaram a ser realizados testes e análises da produção e do armazenamento do hidrogênio, de sua reconversão em energia elétrica e da inserção dessa energia no Sistema Interligado Nacional (SIN). Posteriormente, em um projeto de Operação e Manutenção (O&M) buscou-se a elaboração de procedimentos e instruções técnicas de operação de planta, além de testes de produção ininterrupta de hidrogênio para determinação das eficiências dos processos de geração, armazenamento e reconversão.

Da energia consumida na produção, parte é oriunda da planta fotovoltaica de 800 kWp instalada ao lado do sistema de hidrogênio e parte é proveniente da usina hidrelétrica. O caráter híbrido e a combinação dessas duas fontes limpas são os pontos fortes do projeto.

Compartilhe!

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

No data was found

Próximo evento

Evento: CIDE
Data: 05/06/2024
Local: Transamerica Expo Center
00
Dias
00
Horas
00
Min.
00
Seg.
Evento: Energy Summit 2024
Data: 17/06/2024
Local: Rio de Janeiro/RJ
00
Dias
00
Horas
00
Min.
00
Seg.
Evento: ENASE
Data: 19/06/2024
Local: Hotel Windsor Oceânico - Rio de Janeiro (RJ)
00
Dias
00
Horas
00
Min.
00
Seg.
Evento: EXPOELETRICA 2024
Data: 16/07/2024
Local: Centro de Convenções Frei Caneca - 4º andar
00
Dias
00
Horas
00
Min.
00
Seg.

Controle sua privacidade

Nosso site usa cookies para melhorar a navegação.