PortugueseEnglishSpanishGerman

Apenas 19% dos cargos C-level no setor de energia são ocupados por mulheres

mulheres na energia

Estudo realizado pela FESA Executive Search, empresa de seleção de executivos C-Level do Grupo FESA, com as 25 principais empresas de energia que atuam no Brasil, aponta que o gênero masculino ainda responde por grande parte de executivos de alta gestão na área de energia. O estudo considerou empresas nos setores de geração, transmissão, distribuição e comercialização de energia, mapeando um total de 238 profissionais.

Apesar de dados do CREA (Conselho Federal de Engenharia e Agronomia) apontarem para um crescimento de 42% no número de profissionais femininas registradas entre 2016 e 2018, o levantamento da FESA mostra que 19% dos cargos são exercidos por mulheres, sendo que apenas 6% atuam nas posições de negócios, como CEO ou líder das áreas de Operações, Manutenção, Novos Negócios ou Engenharia / Construção.

Se forem consideradas posições de apoio ao negócio, como nas áreas Jurídico/Regulatório, RH, Financeiro ou Comunicação, o número de mulheres chega a 13%. “Isso significa que as empresas ainda apresentam restrições no que se refere a empregar mulheres em áreas técnicas especificamente ligadas à engenharia, ou que ainda não investem igualitariamente no desenvolvimento técnico do público feminino em relação ao investimento dos homens do setor.

Também existe o fato de a procura pela qualificação universitária nos cursos de engenharia ainda serem predominantemente masculina. Conseguimos ver esse reflexo ao analisarmos o corpo docente da Escola Politécnica da universidade de São Paulo – USP, uma das renomadas do Brasil, no qual os professores representam 87%”, afirma Carlos Guilherme Nosé, CEO e Sócio do Grupo FESA.

Para Diego Lopes, sócio do Grupo FESA e especialista no setor de energia, além das questões citadas por Carlos Guilherme, precisamos ter discursos mais inclusivos dos Conselheiros de Administração e da Alta Gestão das companhias.

Ainda segundo mostra o estudo feito pela empresa, o segmento de Distribuição é o mais inclusivo, com 31% de mulheres na gestão. Em seguida, Geração de Energia apresenta 23%, enquanto os setores de Transmissão e de Comercialização apresentam apenas 13% e 12% de mulheres no C-level, respectivamente.

Compartilhe!

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin

Deixe um comentário

Próximo Evento

Evento: CURSO Projetos de subestações de média e alta tensão
Data: 07/02/2022
Local: Online
00
Dias
00
Horas
00
Min.
00
Seg.
Evento: CURSO Proteção e seletividade em cabines MT
Data: 21/02/2022
Local: Online
00
Dias
00
Horas
00
Min.
00
Seg.
Evento: CURSO Aterramento de Subestações e LTs
Data: 07/03/2022
Local: Online
00
Dias
00
Horas
00
Min.
00
Seg.
Evento: T&D Energy
Data: 15/03/2022
Local: HOTEL BLUE TREE MORUMBI
00
Dias
00
Horas
00
Min.
00
Seg.

Controle sua privacidade

Nosso site usa cookies para melhorar a navegação.