Eletrobras Furnas promove otimização das atividades dos Centros de Operação

Reconfiguração dos processos de telecomando e teleassistência possibilitará economia anual de até 40% em comparação com a antiga estrutura

A Eletrobras acaba de inaugurar o novo Centro de Operação Rio da subsidiária Eletrobras Furnas, que integra, na Subestação de Jacarepaguá, atividades de teleassistência e telecomando de instalações de geração e transmissão situadas em São Paulo, Rio de Janeiro e regiões do Paraná, Minas Gerais e Espírito Santo. Com a readequação, o Centro de Operação São Paulo, que funcionava na Subestação Campinas, teve suas atividades encerradas.

Até meados de 2023, a Eletrobras Furnas contava com cinco centros de operação que, agora, estão sendo consolidados em apenas dois. Além do Centro de Operação Rio, a empresa conta com o Centro de Operação Minas. A expectativa é que a reconfiguração represente economia anual de até 40% nos custos gerais em comparação à antiga estrutura.

“Todas as adequações tiveram como prioridade manter a qualidade e a segurança das operações. Todos os grandes troncos de alimentação, tanto do Rio quanto de São Paulo, derivam basicamente das mesmas fontes, que são as usinas ligadas ao tronco de 765 kV, bem como as conectadas aos troncos de 500 kV e de 345 kV e ao elo de corrente contínua. Concluímos, portanto, que a fusão dos dois centros na SE de Jacarepaguá será capaz de otimizar tanto a produtividade operacional quanto das instalações, pois eliminamos as redundâncias”, afirmou Francisco Arteiro, diretor de Operação e Manutenção da Eletrobras Furnas.

Centro de Operação Rio da subsidiária Eletrobras Furnas em operação – Foto: Eletrobras

O processo de unificação dos centros de operação teve início em agosto de 2023, quando houve a junção dos centros de operações Minas e Goiás. Para atender a nova estratégia da Eletrobras, a unidade goiana foi descontinuada e suas atividades absorvidas pelo centro instalado na área da Usina de Furnas, em São José da Barra (MG). Na nova estrutura, o Centro de Operação Minas é responsável pela supervisão dos empreendimentos associados às subestações de Brasília, Goiás e Minas Gerais, que abrangem troncos de 345 kV e interligação 500 kV.

“O processo de unificação contou com realocação de profissionais, sem desligamento de funcionários. A fusão dos centros operacionais vem ocorrendo sem qualquer comprometimento à qualidade, segurança e ao desempenho dos operadores”, concluiu Arteiro.

Em junho, o projeto completará a sua última fase ao direcionar as atividades do Centro de Operação do Sistema, localizado na SE Grajaú (RJ), também para os centros de operação Rio e Minas.

Compartilhe!

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

No data was found

Próximo evento

Evento: FEICON
Data: 02/04/2024
Local: São Paulo Expo
00
Dias
00
Horas
00
Min.
00
Seg.
Evento: UTC América Latina
Data: 09/04/2024
Local: Windsor Barra Hotel, Rio de Janeiro (RJ
00
Dias
00
Horas
00
Min.
00
Seg.
Evento: Intersolar Summit Brasil Nordeste
Data: 10/04/2024
Local: Centro de Eventos do Ceará
00
Dias
00
Horas
00
Min.
00
Seg.
Evento: T&D Energy 2024
Data: 17/04/2024
Local: Novotel Center Norte - São Paulo (SP)
00
Dias
00
Horas
00
Min.
00
Seg.

Controle sua privacidade

Nosso site usa cookies para melhorar a navegação.