Debates sobre transição energética e responsabilidade social marcam abertura do 27º SNPTEE

Os desafios para a transição energética e o compromisso com a distribuição de dividendos sociais para a população marcaram os discursos de abertura 27º edição do Seminário Nacional de Produção e Transmissão de Energia Elétrica (SNPTEE), cerimônia realizada neste domingo (26/11).

Com mais de 50 anos de história, o maior evento da América Latina e o segundo em relevância mundial nos debates relacionados à geração e transmissão de energia elétrica reuniu representantes das principais empresas públicas e privadas do setor elétrico, além do Governo Federal e do Governo de Distrito Federal, que este ano sedia o evento.

Promovido pelo Comitê Internacional de Produção e Transmissão de Energia Elétrica (Cigre Brasil) e Eletrobras Eletronorte, o seminário, que segue até o dia 29 de novembro, contou com falas contundentes sobre o papel do segmento na produção de soluções frente aos desafios contemporâneos, como o esgotamento de recursos naturais e mudanças climáticas, e os reflexos sociais positivos que o país pode colher com os investimentos certos para a modernização e fortalecimento do setor de energia.

O diretor-presidente do Cigre Brasil, João Carlos de Oliveira Mello, destacou a tradição do seminário em reunir especialistas técnicos e lembrou que o próprio Comitê nasceu para enfrentar desafios e o maior deles, na atualidade, é a transição energética com segurança, sustentabilidade e equidade. “Teremos que operar com novas fontes diferentes das tradicionais. As inovações vão impor a eletrificação de outros setores, como o de transportes, por exemplo, e isso vai exigir a regulação de novos produtos e do mercado, e nesse cenário teremos que lidar com tecnologias disruptivas. Saibam que daqui há dois anos os temas que estaremos debatendo certamente serão outros”, avaliou. O executivo também salientou a importância de mais mulheres e jovens no setor para a promoção de um ambiente de inovação.

Discurso alinhado

O secretário nacional de Energia Elétrica do Ministério de Minas e Energia (MME), Gentil Nogueira de Sá Júnior, falou do trabalho fundamental do Cigre para o setor elétrico e ressaltou a competência dos profissionais associados e também pontuou a importância de um trabalho conjunto pela transição energética. “É preciso estabelecer caminhos para consolidar o Brasil como celeiro de energia limpa para o mundo. E essa transição tem que ser olhada com retornos para o povo brasileiro”, disse.

O mesmo tom foi adotado pelo vice-presidente executivo de Operações e Segurança da Eletrobras, Antônio Varejão de Godoy, que destacou algumas premissas para o momento. “Temos que garantir a segurança das pessoas, do sistema e do meio ambiente. Essas são diretrizes da Eletrobras retratadas nos investimentos de reforço, melhorias e na busca por aumentar o crescimento da empresa de maneira sustentável, garantindo altas taxas de disponibilidade do sistema de transmissão”, ressaltou.

O diretor-presidente da Eletrobras Eletronorte, Antonio Augusto Bechara Pardauil, agradeceu a presença dos participantes e parabenizou a organização do evento pelo esforço de mobilizar quadros tão qualificados para as discussões do seminário.

Também estiveram na solenidade de abertura a vice-governadora do Distrito Federal, Celina Leão; o diretor-geral do Operador Nacional do Sistema Elétrico (ONS), Luiz Carlos Ciocchi; o diretor-geral da Agência Nacional de Energia Elétrica (ANEEL), Sandoval Feitosa; o presidente da Câmara de Comercialização de Energia Elétrica (CCEE), Alexandre Ramos; o diretor da Cemig Geração e Transmissão, Thadeu Carneiro Silva; o diretor financeiro executivo da Itaipu Binacional, André Pepitone da Nóbrega; e o diretor de Comercialização de Energia da ENBPar, Wander Azevedo.

Após a abertura oficial do seminário, ainda houve um espaço de homenagm para Silvia Helena Files e Paulo César Esmeraldo, associados do Cigre. Eles foram premiados com a medalha de honraria do Comitê pelos relevantes serviços prestados. Na sequência, todos os participantes prestigiaram o show do musicista Hamilton de Holanda com a cantora Roberta Sá e, por fim, foi inaugurada a ExpoSNPTEE, tradicional feira que apresenta as novidades do setor e reúne os principais players do mercado de energia.

Compartilhe!

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

No data was found

Próximo evento

Evento: ENASE
Data: 19/06/2024
Local: Hotel Windsor Oceânico - Rio de Janeiro (RJ)
00
Dias
00
Horas
00
Min.
00
Seg.
Evento: Fórum GD Nordeste
Data: 07/08/2024
Local: Recife - PE
00
Dias
00
Horas
00
Min.
00
Seg.
Evento: CINASE
Data: 14/08/2024
Local: Centro de Convenções de Pernambuco - Olinda (PE)
00
Dias
00
Horas
00
Min.
00
Seg.
Evento: Fórum GD Norte
Data: 11/09/2024
Local: Manaus - AM
00
Dias
00
Horas
00
Min.
00
Seg.

Controle sua privacidade

Nosso site usa cookies para melhorar a navegação.