AES Brasil fornecerá energia renovável à Microsoft por 15 anos

A AES Brasil anunciou, nesta quinta-feira (31), a assinatura de um contrato de compra e venda de energia (Power Purchase Agreement – PPA) junto à Microsoft para o fornecimento de energia renovável pelo prazo de 15 anos, com início em julho de 2024. O anúncio oficial ocorreu durante a 11ª edição do Energia em Foco, encontro anual promovido pela AES Brasil que reuniu clientes e parceiros da companhia no Hotel Palácio Tangará, em São Paulo (SP).

Esse é o primeiro contrato no Brasil entre as duas empresas, e expande um relacionamento global para o fornecimento de energia renovável já existente. De acordo com a AES Brasil, a energia será gerada a partir do Complexo Eólico Cajuína, que está em desenvolvimento no estado do Rio Grande do Norte, com previsão de entrar em operação ainda neste ano. 

O projeto terá capacidade de geração eólica instalada de 154 MW, que corresponde ao consumo de cerca de 250 mil residências. O empreendimento deverá evitar a emissão anual de 28,7 mil toneladas de gases de efeito estufa (GEE) – considerando o fator do grid nacional de 2022 de 0,0426 (tCO2/MWh) –, e contará com um investimento total de aproximadamente R$1 bilhão. Essa e outras iniciativas, como a operação e manutenção do Complexo (realizadas localmente por uma equipe 100% feminina), estão conectadas aos Objetivos de Desenvolvimento Sustentável (ODS) da Organização das Nações Unidas (ONU). 

“Trabalhamos junto à Microsoft para a elaboração desse contrato altamente personalizado e, assim, podemos observar como soluções customizadas de energia e pensamento inovador podem ajudar organizações de todos os tipos a descarbonizarem suas operações. Conseguimos estruturar uma solução que entregou flexibilidade, previsibilidade e competitividade para ela executar seu plano de negócios para o Brasil, tendo o suprimento de energia com todas as condições técnicas e comerciais definidas”, destaca Rogério Jorge, CEO da AES Brasil.

Para a presidente da Microsoft no Brasil, Tânia Cosentino, a iniciativa está diretamente conectada à meta global da companhia de ser carbono negativa até 2030.  “Esta ação reforça o compromisso da Microsoft em acelerar as práticas sustentáveis e gerar ainda mais eficiência para a nossa operação. A estimativa é de que, até 2025, a nossa nuvem, Microsoft Azure, utilize 100% de energia renovável”, destaca. 

Sobre o Complexo Eólico Cajuína

Localizado na região do Sertão Central Cabugi, o Complexo Eólico Cajuína é o terceiro empreendimento da AES Brasil no estado do Rio Grande do Norte. O Complexo poderá atingir capacidade total instalada de mais de 1,4 GW (sujeito a alteração em função de otimizações nos projetos), sendo 684 MW já em construção. As obras foram iniciadas em 2022 e o início da entrada em operação está previsto para o segundo semestre deste ano.

Compartilhe!

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

No data was found

Próximo evento

Evento: Energy Summit 2024
Data: 17/06/2024
Local: Rio de Janeiro/RJ
00
Dias
00
Horas
00
Min.
00
Seg.
Evento: ENASE
Data: 19/06/2024
Local: Hotel Windsor Oceânico - Rio de Janeiro (RJ)
00
Dias
00
Horas
00
Min.
00
Seg.
Evento: Fórum GD Nordeste
Data: 07/08/2024
Local: Recife - PE
00
Dias
00
Horas
00
Min.
00
Seg.
Evento: CINASE
Data: 14/08/2024
Local: Centro de Convenções de Pernambuco - Olinda (PE)
00
Dias
00
Horas
00
Min.
00
Seg.

Controle sua privacidade

Nosso site usa cookies para melhorar a navegação.