PortugueseEnglishSpanishGerman

Multinacional japonesa reduziu despesas e investimentos, mas não visa diminuir jornada de funcionários

A Yaskawa Elétrico do Brasil,  líder mundial na fabricação de inversores de frequência e servo acionamentos e integrante do grupo Yaskawa Electric Corporation,  entende a gravidade da atual conjuntura ocasionada pela Covid-19 e tem buscado se enquadrar da melhor forma possível, visando sempre  atender seu mercado, sem deixar de lado a saúde e segurança de seus colaboradores diretos e indiretos.

“Desde março, temos adotado o sistema de home office para a grande maioria de nossos colaboradores. Alguns funcionários estão indo à empresa em sistema de rodízio para atividades, cuja execução remota é impossível: logística, montagem de equipamentos e assistência técnica. Buscamos proteger nossos funcionários com EPI’s necessários, medidas de segurança no convívio das instalações e nos deslocamentos residência/trabalho”, esclarece Luís Simione,  diretor geral da Yaskawa Elétrico do Brasil.

De acordo com Simione, a operação tem funcionado num ritmo menor do que o normal, o que se reflete no faturamento esperado para as próximas semanas, também abaixo do normal. “Não temos uma operação considerada essencial, entretanto damos suporte a operações que podem ser enquadradas nessa categoria, ao fornecer peças e equipamentos para o correto funcionamento destes”, explica.

O diretor geral informa ainda que a Yaskawa Elétrico do Brasil tem se adaptado aos novos níveis de faturamento. A empresa reviu contratos e reduziu despesas e investimentos, para conseguir manter a jornada de funcionários. “Evitaremos ao máximo a redução de jornada para minimizar o impacto negativo aos nossos colaboradores. Caso consigamos manter os níveis revistos de faturamento, e a situação se mantiver assim por apenas o segundo trimestre, conseguiremos evitar tais políticas”, acredita.

Simione afirma temer o impacto na saúde da população e também na economia como um todo. “Prevemos uma queda significativa no faturamento do segundo trimestre de 2020. Ainda temos apenas o segundo trimestre como impactado. Por ora, entendemos que o pico da quarentena se dê até junho, com queda a partir de julho, quando as empresas devem voltar a níveis maiores de atividade econômica”, avalia.

Seja membro do portal e acesse o conteúdo completo!

PLANO

Virtual Gratuito
R$ 0,00 00
  • Conteúdo Digital (restrito)

PLANO

Impresso + Virtual
R$ 275,00 por ano
  • Revista Impressa
  • Conteúdo Digital (100%)
Popular

PLANO

Virtual Ilimitado
R$ 11,90 por mês
  • Conteúdo Digital (100%)

Detalhes dos Planos

ACESSOS
VIRTUAL GRATUITO
VIRTUAL ILIMITADO
IMPRESSO + VIRTUAL ILIMITADO
Notícias do Setor
Guias Setoriais
Conteúdo Empresarial
Eventos do setor
Webinar
Vídeos
E-books
Artigos de opinião
Fascículos
Artigos técnicos
Colunistas
Revista O Setor Elétrico - Leitura e Download
Revista Impressa

Próximo Evento

Evento: SNPTEE 2022
Data: 15/05/2022
Local: Riocentro
00
Dias
00
Horas
00
Min.
00
Seg.
Evento: Ecoenergy 2022
Data: 07/06/2022
Local: São Paulo Expo Exhibition & Convention Center
00
Dias
00
Horas
00
Min.
00
Seg.
Evento: 14° Fórum GD Sul
Data: 22/06/2022
Local: Florianopolis - SC
00
Dias
00
Horas
00
Min.
00
Seg.
Evento: SBSE 2022
Data: 10/07/2022
Local: Centro de Eventos da Universidade Federal de Santa Maria
00
Dias
00
Horas
00
Min.
00
Seg.

Controle sua privacidade

Nosso site usa cookies para melhorar a navegação.