Vestas ergue a primeira turbina V150-4.2MW do Brasil

jan, 2020

A Vestas, líder global em soluções energéticas sustentáveis, finalizou a instalação da mais potente turbina do Brasil, a V150-4.2MW. Esta é a primeira de 24 unidades que vão fazer parte do parque eólico de 101 MW da Echoenergia, na Serra do Mel, no Rio Grande do Norte.

Com pás de 73,3 metros de comprimento e a torre de aço mais alta do país, a V150-4.2MW é primeira turbina acima de 4 MW do Brasil. Ela é produzida localmente, na fábrica da Vestas em Aquiraz (CE), que gera atualmente 1.200 empregos diretos e indiretos, além de 600 outros cargos em fornecedores de vários estados brasileiros.

Desde que a Vestas anunciou sua produção local sobre as regras do FINAME, este modelo vendeu mais de 2,6 MW em 15 meses, um recorde para a empresa e para o setor de energia eólica.

“Este é um momento histórico não só para nós, mas também para o Brasil. Com a V150-4.2MW, ultrapassamos a barreira dos 4 MW no país, o que coloca o Brasil em um grupo seleto no cenário internacional de energia renovável”, afirmou Rogério S. Zampronha, presidente da Vestas no Brasil e LATAM Sul. “Localizamos a V150-4.2MW em tempo recorde, algo inédito no país até então. Isto demonstra a excelência de nosso time e o engajamento de nossos fornecedores. Quando o parque eólico estiver concluído, esperamos que a competitividade de nossa tecnologia ajude a Echoenergia a atingir seus objetivos de negócio e mostre a força da energia eólica”, concluiu.

“A parceria com a Vestas reflete nossa eficiência operacional e torna evidente para o mercado o nosso objetivo: queremos ser a maior e mais eficiente empresa de energia eólica do país”, disse Edgard Corrochano, presidente da Echoenergia.

O parque eólico de 101 MW Echoenergia na Serra do Mel irá gerar mais de 520 GWh de energia limpa por ano. Isso equivale ao consumo residencial médio anual de 900 mil pessoas. Assim que estiver operacional, o parque eólico irá contribuir para uma redução de emissões correspondente a 50,2 mil toneladas de CO2.

Comentários

Deixe uma mensagem