Teatro Amazonas mais eficiente

nov, 2017

No ano em que a Zona Franca completa 50 anos, a Comerc Energia e a GE Current levam mais brilho ao Teatro Amazonas, principal marco histórico da capital amazonense. Uma ação conjunta das duas empresas desenvolveu um projeto de eficiência energética que reduziu o consumo de eletricidade nas luminárias externas do teatro em 82%, ao substituir 120 lâmpadas por outras, de tecnologia Led. Esse montante equivale a uma economia mínima de R$ 22 mil anuais na conta de luz da instituição. Halls laterais, cúpula e jardins foram todos beneficiados pelo projeto que trouxe mais luz às fachadas e áreas adjacentes ao edifício, que são iluminadas diariamente, das 18h30 às 5h30 da manhã seguinte.

Além de um menor consumo de energia, os pontos com Led agora têm uma luminosidade até 15% maior. A tecnologia adotada também apresenta outras vantagens, como a menor necessidade de manutenção das lâmpadas, cuja vida útil média varia de 30 mil a 50 mil horas – versus as 20 mil horas da tecnologia anterior. A longevidade das luminárias instaladas, aliás, permite à GE Current oferecer garantia de 3 a 5 anos, conforme o modelo do produto usado.

 

teatro Amazonas

Homenagem à cidade

“Quando pensamos em homenagear a cidade, essa foi a escolha mais natural possível”, comenta Cristopher Vlavianos, presidente da Comerc Energia, empresa que atua em Manaus desde 2016. “O teatro é o cartão postal mais emblemático da cidade”, acrescenta.

“Esta ação no teatro de Manaus mostra a sinergia existente entre nossas empresas, que visa, além da eficiência energética, levar qualidade visual por meio da adoção do Led para nossos clientes. Esta foi a nossa proposta para este patrimônio, que é um emblemático cartão postal da capital do Amazonas”, afirma Ricardo Resende, Gerente de Vendas Brasil da GE Current.

 

Ópera na floresta

O Teatro Amazonas, inaugurado em 1896, é o mais belo ícone do ciclo da borracha e levou 12 anos para ser construído, em um momento histórico em que Manaus vivia um ápice econômico e buscava trazer para o interior da floresta o melhor da ópera internacional.

Chama a atenção o fascinante mosaico da cúpula do teatro, formado por 36 mil azulejos decorados, aludindo à bandeira brasileira. No seu interior, no centro de um teto abobadado, pende-se um imponente lustre dourado com cristais venezianos.

 

Comentários

Deixe uma mensagem