Setor da construção prepara-se para “boom” dos veículos elétricos previsto para a partir de 2020

out, 2019

Empresas de materiais elétricos lucram com a mudança do mercado automobilístico: estabelecimentos iniciam transformação, com a inclusão de tomadas especiais para carregamento de veículos.

Da esq. para a dir.: Reynaldo Gabardo Jr. e Marco Stoppa, diretores da Reymaster, ao lado de Rafael Marchiori, da Schneider

Estacionamentos, prédios, shoppings e demais construções já estão se preparando para receber a onda de carros elétricos que promete chegar ao Brasil em 2020. Os locais passaram a ser construídos ou até adaptados para receber tomadas especiais para o carregamento destes veículos.

Ainda tímido, o mercado nacional de automóveis elétricos conta com caros e limitados modelos disponíveis. São 11 mil carros elétricos e híbridos (que funcionam tanto a combustão como a bateria elétrica) que variam de R$150 mil a R$500 mil. Contudo, esta tendência parece não ter volta: somente a JAC Motors anunciou a vinda de 5.000 unidades para o Brasil em 2020. E uma estimativa apresentada pela EPE (Empresa de Pesquisa Energética) projeta que em 2030 as vendas acelerem para 180 mil carros eletrificados por ano.

Pensando neste mercado em expansão, a Reymaster, distribuidora de materiais elétricos com unidades em Curitiba e Joinville, passa a comercializar produtos para recarga de veículos elétricos no Brasil. São carregadores de carros elétricos, também conhecidos como estações de carregamento ou eletroposto.

Entre os modelos a serem disponibilizados pela Reymaster está o EVLink, fabricado pela Schneider Eletric e compatível com a maioria dos modelos.

“Aqui em Curitiba e Santa Catarina diversas construtoras já estão prevendo em seus projetos carregadores para veículos elétricos, não só carros, mas patinetes, bicicletas e até motos. Com isso, nós na distribuição vamos adicionando nestes itens em nosso portfólio para abastecer o mercado com este tipo de equipamento”, contou Marco Stoppa, diretor da Reymaster, durante uma demonstração que a Schneider realizou na distribuidora com o seu carro elétrico (FOTO).

“Procuramos trazer cada vez mais para o nosso dia a dia este conceito de sustentabilidade que é tendência no mundo todo. Para isso, viajamos pelo país demonstrando este carro e seu funcionamento, que é 100% elétrico e não possui nenhum tipo de emissão de gases poluentes”, disse na ocasião Rafael Marchiori, consultor da Schneider Electric. A demonstração da fabricante também foi realizada na empresa coligada à Reymaster, a Engerey Painéis Elétricos. 

Comentários

Deixe uma mensagem