Schneider Electric estreia nova estrutura organizacional e anuncia movimentações internas

jun, 2019

São, agora, três grandes áreas de atuação: Industrial Automation, Energy Management e Services

São Paulo, junho de 2019 – A Schneider Electric, líder global na transformação digital em gestão da energia elétrica e automação, realiza mudanças na sua estrutura organizacional e inaugura três grandes áreas de atuação: Industrial Automation, com foco em automação de parques industriais; Energy Management, cujas soluções visam essencialmente à eficiência na gestão da energia elétrica; e Services, evidenciando a importância que a empresa dá aos diferentes serviços oferecidos aos seus clientes.

As novidades não param por aí. Referência no conceito de “learning organization”, a Schneider Electric anuncia movimentações de alguns dos seus principais executivos. Cristiano dos Anjos assume a vice-presidência da América do Sul, atuando com usuários finais, sustentabilidade e inovação para a região; Carlos Urbano torna-se diretor da recém-criada Industrial Automation (antiga Industry); Regina Magalhães é, agora, diretora dos segmentos Automotivo e de Transportes; e Patrícia Cavalcanti passa a comandar a divisão Field Services.

A Schneider Electric estimula o aperfeiçoamento contínuo dos seus colaboradores – em todos os níveis hierárquicos –, e parte importante dessa formação vem justamente das vivências, das práticas, das experiências ‘on the job’. “De tempos em tempos, por movimentações internas e trocas de funções, oferecemos aos nossos profissionais a oportunidade de adquirir novas habilidades e competências, e isso é essencial neste mundo tão dinâmico”, pondera Marcos Matias, presidente da empresa para o Brasil. E acrescenta: “Líderes que são submetidos a papéis e desafios múltiplos tornam-se mais capazes de perceber tendências e, portanto, mais inovadores.”

Cristiano dos Anjos, que até então respondia pela antiga divisão Industry, será, agora, responsável por liderar na América do Sul todas as iniciativas relacionadas à EcoStruxure, inovação e sustentabilidade. Com formação em Engenharia Elétrica, dos Anjos conta com especializações na Unicamp e na HEC – Ecole de Gestion de l’Université de Liège, e MBA na FGV. Em mais de 20 anos de carreira, o profissional atuou no Brasil, na Europa e no Oriente Médio, e está na Schneider Electric desde 2010. “Nossa intenção é levar, de maneira ampla e tangível, a transformação digital em todos seus níveis aos nossos clientes finais, nos vários segmentos de atuação da Schneider – data centers, indústrias, infraestrutura, prédios comerciais e residenciais”, ressalta. “Sustentabilidade e inovação, que estão intimamente ligados a tudo isso e fazem parte do DNA da companhia, continuarão sendo alavancados por projetos e parcerias estratégicas. Aliás, é válido já mencionar que estaremos presentes na COP25, a acontecer no fim do ano, no Chile”, completa.

Carlos Urbano, então gerente de Vendas Filial São Paulo, passa a ser diretor de Industrial Automation. Formado em Engenharia Elétrica pela PUC-SP, com MBA em Marketing pela FGV e curso de liderança executiva no Instituto Europeu de Administração de Empresas (Insead), o executivo ingressou na Schneider Electric em 2007, tendo a oportunidade de desempenhar diferentes funções. “Estou muito animado. Este é um grande desafio para o qual venho me preparando há anos. Dentre minhas principais ambições estão ampliar a atuação nos usuários finais por nossa rede de distribuidores, bem como apoiar e incentivar iniciativas digitais que tragam eficiência para o negócio”, declara.

Regina Magalhães, que estava à frente de Sustentabilidade e Inovação, é, agora, diretora dos segmentos Automotivo e de Transportes da Schneider Electric Brasil, abraçando o desafio de definir e coordenar estratégias comerciais. “Meus objetivos são incrementar as vendas, difundindo o uso das tecnologias digitais, e tornar a indústria automotiva e a infraestrutura de transportes mais seguras, eficientes e sustentáveis”, afirma ela, PhD em Ciências Ambientais pela USP, com diploma em educação executiva pelo MIT.

Tem mais: Patrícia Cavalcanti, que comandava a área de Varejo, torna-se diretora de Field Services da operação brasileira da Schneider Electric. Engenheira elétrica pelo Mackenzie, com MBA em Marketing pela FGV e MBA executivo internacional pela FIA, a profissional iniciou sua trajetória na Schneider Electric ainda em 1998, como estagiária. Desenvolveu sua carreira na área de Marketing de Produtos e Canais, tendo atuado em diversas unidades de negócios. “Liderar Field Services é uma realização e uma grande responsabilidade. Serviços é uma tendência mundial, e, aqui na Schneider, a área faz parte da estratégia de transformação da companhia. Ou seja, devemos crescer de forma significativa, principalmente nas ofertas digitais”, pondera.

Cristiano dos Anjos passa a se reportar a Rafael Segrera, presidente da Schneider Electric para América do Sul. Os demais executivos mencionados respondem a Marcos Matias, presidente da operação brasileira.

Comentários

Deixe uma mensagem