Quase 50% dos brasileiros esquecem a luz do escritório acesa ao menos uma vez por mês

maio, 2019

Cerca de 10% dos brasileiros que esquecem de desligar as luzes do
escritório o fazem entre 2 a 5 vezes por semana, resultando em
despesas substanciais evitáveis para seus empregadores

Empresas no Brasil não podem mais alegar estar no escuro quando se
trata de reduzir custos desnecessários depois que uma nova pesquisa
descobriu que quase metade dos profissionais brasileiros que se
esquecem de desligar uma lâmpada do escritório costumam fazê-lo
pelo menos uma vez por mês, com mais de um quarto esquecendo pelo
menos uma vez por semana.

Esse insight brilhante foi uma das conclusões de pesquisa recente com
mais de 1.000 brasileiros encomendada pela Signify, anteriormente
conhecida como Phillips Lighting, e conduzida pela Toluna. Quase 50%
dos entrevistados afirmaram ter esquecido de apagar as luzes, 20.96%
se esqueceram de 1 a 3 vezes por mês e 17,5% admitiram ter esquecido
uma vez na semana. Um pouco menos de 5,5% se esqueceu de 2 a 3 vezes
por semana, enquanto mais de 4% se esquecem diariamente.

Com a iluminação sendo deixada acesa desnecessariamente, empresas
brasileiras inadvertidamente pagam milhões de reais em contas de
energia que poderiam ser significativamente menores. Estima-se que a
média das empresas brasileiras gasta R$130,00 por mês em energia por
empregado.

O SpaceWise, sistema de iluminação em LED, é um aliado para
diminuir a conta no fim do mês através de controlos sem fios que
permitem configurar zonas de iluminação adequadas para cada ambiente
do escritório de forma que as áreas não usadas sejam escurecidas
automaticamente quando o sensor não capta presença de funcionários
no local.

Mais de 53% dos entrevistados pela pesquisa disseram que, em seu local
de trabalho, a tarefa de acender e apagar as luzes era
responsabilidade da primeira pessoa a chegar no escritório e da
última pessoa a ir embora, enquanto 11% disseram que a tarefa era de
um segurança e 7% disseram que o faxineiro estava encarregado da
iluminação.

Com os sensores que captam a presença de funcionários e
automaticamente regulam a iluminação, o SpaceWise gera a redução
do consumo de energia em até 50%, o que reflete diretamente na conta
paga pelos empregadores no fim do mês.

Os escritórios do Citibank em Canary Wharf, no Reino Unido,
substituiram a iluminação de lâmpadas fluorescentes pela solução
em LED com sensores e, em curto prazo, com a alteração em apenas
dois andares do prédio, foi notado uma redução significativa no
consumo de energia. Aos poucos, mais ambientes passaram pela mudança
e em um espaço de seis meses o monitoramento demonstrou uma economia
média de energia 40% com a solução em LED.

“O novo sistema de controle oferece mais precisão nas zonas de
iluminação para que apenas áreas ocupadas estejam iluminadas
enquanto as demais luminárias do escritório permaneçam em nível
mais baixo. A funcionalidade de escurecer ambientes também permite
ajustar os níveis de iluminação dentro de cada área para que
esteja de acordo com a preferência dos funcionários trabalhando no
ambiente”, Les Smith, Gerente de Engenharia de Instalações
Críticas Citi, de Canary Wharf, em Londres.

Com os benefícios financeiros da economia de energia e custos de
manutenção, o Citigroup espera ver um retorno de seu investimento na
solução LED em cerca de 3,5 anos. Ao utilizar controles de
iluminação e iluminação por LED, o Citi conseguiu manter um
ambiente iluminado de alta qualidade para seu pessoal, ao mesmo tempo
em que reduziu significativamente o consumo de energia e as emissões
de carbono.

Comentários

Deixe uma mensagem