Porto Seguro amplia sua atuação no mercado livre de energia elétrica

nov, 2019

O mercado livre de energia elétrica registrou média de 260 migrações de unidades consumidoras por mês em 2019, uma alta de 83% quando comparado com o ano anterior, segundo a Câmara de Comercialização de Energia Elétrica (CCEE). Por conta desse cenário, bastante atrativo do setor, fornecedores, que contam com a garantia no momento do pagamento de contrato, e consumidores, que prezam por um custo menor e maior facilidade de contratação, têm buscado cada vez mais garantias contratuais que favoreçam os seus negócios.

Neste contexto, a Porto Seguro, com mais de 11 anos de atuação no mercado de Garantia, tem ampliado os seus negócios. Em 2019, o Porto Seguro Garantia – Compra e Venda de Energia cresceu 94% até setembro, quando comparado com o mesmo período de 2018. “Empresas de todos os tamanhos estão migrando para o mercado livre em busca de escolher o seu próprio fornecedor e negociar direto as melhores condições de preço e duração de contratos. É neste momento que tanto o produtor de energia quanto o empresário consumidor procuram a Porto Seguro em busca de uma solução para garantia do contrato”. afirma Luiz Henrique, superintendente de Riscos Financeiros da Porto Seguro.

Na Porto Seguro, empresas consumidoras de energia no mercado livre podem contratar a apólice do Seguro Garantia. “A empresa adquire a energia elétrica de distribuidoras, geradoras e comercializadoras livres. Esses fornecedores são responsáveis em cadastrar a empresa contratante junto à CCEE e, normalmente, são eles que exigem o Seguro Garantia como segurança do pagamento da energia fornecida”, comenta o executivo.

Segundo Luiz Henrique, as perspectivas do setor são ainda mais positivas para os próximos anos. Existem debates atuais sobre a ampliação da possibilidade de consumidores menores ingressarem no mercado livre de energia e ideias de um novo leilão para 2020 que supra a necessidade do país para 2024 e 2025. “Se todas as previsões se confirmarem, teremos um 2020 ainda mais favorável para o nosso mercado de Seguro Garantia”, completa Luiz Henrique.

Você conhece o Mercado Livre de Energia Elétrica?

Mercado Livre de Energia é um ambiente competitivo de negociação de energia elétrica em que os participantes podem negociar livremente todas as condições comerciais como fornecedor, preço, quantidade de energia contratada, período de suprimento, pagamento, entre outras.

O Mercado Livre é um ambiente de negociação onde consumidores “livres” podem comprar energia alternativamente ao suprimento da concessionária local. Nesse ambiente, o consumidor negocia o preço da sua energia diretamente com os agentes geradores e comercializadores. Dessa forma, o cliente livre pode escolher qual será o seu fornecedor de energia. Fonte: mercadolivredeenergia.com.br

Porto Seguro Garantia – Compra e Venda de Energia

Porto Seguro Garantia é a opção de caução mais completa para assegurar obrigações contratuais. Essa modalidade tem como objetivo oferecer proteção contra eventuais prejuízos decorrentes do não cumprimento das especificações de um contrato para fornecimento de Energia Elétrica. Um seguro desenvolvido para que as empresas privadas, direta ou indireta, tenham melhor eficiência financeira e mais velocidade em suas operações.

Sobre a Porto Seguro

A Porto Seguro é uma empresa brasileira com mais de 70 anos de mercado e está entre as maiores seguradoras do País, ocupando a primeira posição nos ramos de Seguro Auto e Residência. Atualmente, são quase 8,5 milhões de clientes únicos, 13,2 mil funcionários, 12,5 mil prestadores e 36 mil corretores parceiros. A companhia tem ainda 103 sucursais e escritórios regionais em todo o Brasil. O Grupo Porto Seguro é formado por 27 empresas – entre elas Azul Seguros, Itaú Seguros de Auto e Residência, Porto Seguro Saúde e Porto Seguro Uruguai – que atuam nos mais diversos ramos como seguros, produtos financeiros, serviços de emergência e conveniência, proteção e monitoramento, plano de saúde para Pets, entre outros. Em 2018, o lucro líquido da companhia foi de R$ 1,3 bilhão.

Comentários

Deixe uma mensagem