Portal Solar apoia campanha “Brasil, deixe a solar crescer” e defende direito de liberdade do consumidor brasileiro

out, 2019

Proposta é colaborar no processo de revisão regulatória que permite aos brasileiros gerar e consumir a própria energia a partir de fontes limpas e renováveis

São Paulo, outubro de 2019 – O Portal Solar, maior marketplace do setor de energia solar do país, apoia a campanha “Brasil, deixe a solar crescer”, promovida pela ABSOLAR com o intuito de ampliar o debate regulatório em torno da geração distribuída no Brasil e defender o direito dos cidadãos de produzir e consumir a própria energia limpa e renovável nas residências, comércios, indústrias e pequenos terrenos.

A campanha tem como proposta colaborar com a educação e esclarecimento da sociedade brasileira durante o processo de revisão regulatória, em curso desde 2018 na Aneel, a partir do compartilhamento de informações técnicas e qualificadas, de comparações com o cenário internacional e da conscientização sobre os enormes benefícios que a energia solar fotovoltaica traz à sociedade brasileira.

Para tanto, foi criada uma plataforma multimídia educativa para funcionar como um espaço democrático de debates e esclarecimentos, no sentido de ampliar as discussões sobre o processo de atualização da Resolução Normativa nº 482/2012. Este mecanismo pioneiro e vanguardista é considerado referência internacional e que permite aos brasileiros gerar e consumir a sua própria eletricidade a partir de fontes limpas e renováveis, com mais liberdade, economia, sustentabilidade, que contribui para a geração de dezenas de milhares de novos empregos e renda à população, distribuídos ao redor de todos os Estados do Brasil.

O setor de energia solar acredita que, momento atual, seria prematura a alteração do sistema de compensação de energia elétrica. Segundo dados oficiais da Aneel, há atualmente no Brasil mais de 84,1 milhões de consumidores cativos de energia elétrica, faturados pelas distribuidoras. Anualmente, são conectados, em média, 1,9 milhão de novos consumidores cativos ao sistema, aumentando significativamente a base de clientes das distribuidoras.

Por outro lado, o Brasil possui menos de 110 mil sistemas de geração distribuída, aliviando o orçamento de cerca de 140 mil unidades consumidoras. Ou seja, apenas 0,18% dos consumidores cativos das distribuidoras possui geração distribuída e o seu crescimento é muito inferior ao crescimento da base de mercado faturada pelas distribuidoras no Brasil.

Por meio do diálogo amplo e acessível, a sociedade brasileira encontrará nos materiais da campanha propostas para um caminho construtivo e positivo para o desenvolvimento da energia solar fotovoltaica no País, em linha com os anseios da sociedade brasileira, já que 93% da nossa população quer gerar energia renovável em suas casas (fonte: Ibope Inteligência, 2019).

Endereço da campanha: http://www.absolar.org.br/deixeasolarcrescer/

Comentários

Deixe uma mensagem