Eaton amplia planta de Porto Feliz, que passa a ter cinco unidades de negócios

dez, 2017

A Eaton ampliou sua unidade industrial de Porto Feliz (SP) e passa a produzir a linha de comando e sinalização Blindex e se tornou o Centro de Distribuição dos produtos fabricados globalmente pela empresa, como as linhas Moeller, Bussmann, Eletromec, Life Safety e Lighting. A planta já abrigava a linha de produção de religadores e a montagem de bancos de capacitores provenientes da aquisição da Cooper Industries.

Com uma área de 92 mil m², a empresa recebeu ainda o Centro de Excelência de Reparo e Manutenção de Disjuntores.

Para o gerente desta Unidade de Negócios da Eaton, Marcio Rigato Hernandes, a decisão pela expansão foi impulsionada pela vantagem de integrar as operações e trouxe competitividade à companhia, evidenciada pelos resultados de desempenho em 2017 das linhas de religadores, que são fornecidos para concessionárias de energia elétrica. Para o executivo, a demanda para 2018 deverá aumentar, mas ainda depende das privatizações do setor de distribuição, que podem ocorrer no próximo ano.

A Eaton é uma empresa de gerenciamento de energia que encerrou o ano de 2016 com US$ 19,7 bilhões em vendas, montante do qual US$ 12,6 bilhões corresponde ao segmento elétrico. O Brasil representa, aproximadamente, 35% do faturamento da América Latina na divisão de elétrica. No que diz respeito ao segmento automotivo da empresa, o Brasil é o maior mercado latino.

 

Lançamentos

Outra expansão anunciada da empresa diz respeito à linha de nobreaks 93 PM. O modelo de 208 / 220 V foi acrescentado à família e apresenta uma implantação flexível, oferecendo benefícios que aumentam a continuidade do negócio e reduzem o custo total de propriedade (TCO) em relação à infraestrutura crítica.

O novo nobreak utiliza tecnologia de bateria íon-lítio e possui tecnologia intercambiável, permitindo que os técnicos substituam módulos de energia em minutos enquanto a unidade está online para operação contínua.

O nobreak 9 PX nos modelos de 1 kVA a 3 kVA é outra novidade da companhia. A nova linha oferece opções de automação projetadas para ajudar profissionais de TI a gerenciar e proteger remotamente sua infraestrutura crítica.

Já o nobreak 9PHD é o lançamento da Eaton para ambientes industriais hostis. Com grau de proteção IP 54, o equipamento suporta difíceis condições de trabalho e garante confiabilidade de sistemas críticos em ambientes exigentes da indústria de processos, marítima ou ferroviária. O novo nobreak, segundo a companhia, possui um núcleo sofisticado e oferece mais de 96% de eficiência em modo de dupla conversão e 99% ao operar no modo ESS. Está disponível na faixa de potência de 40 kVA a 200 kVA e está disponível em dois tamanhos de gabinetes, dependendo da configuração do transformador e da energia necessária.

Comentários

Deixe uma mensagem

%d blogueiros gostam disto: