Os desafios das lâmpadas LED sem certificação

fev, 2020

Impulsionado por fatores que vão desde a queda dos preços dos produtos até ao aumento do investimento em infraestrutura, o mercado de iluminação vem registando sólidas taxas de crescimento. No entanto, aproveitar este contexto favorável e entregar produtos do mais alto nível à sociedade só é possível com um investimento consciente na qualidade.

Com as novas tecnologias, produtos como luminárias e lâmpadas LED alcançaram um nível de sofisticação superior aos seus antecessores. Apesar disso, o consumidor brasileiro ainda tem acesso a uma série de produtos irregulares, que não possuem a certificação adequada – uma ferramenta que garante os padrões de segurança e desempenho estipulados pelos órgãos reguladores.

Além de ineficientes, esses utensílios são extremamente perigosos. Um dos maiores riscos se apresenta quando são feitos com materiais inadequados e podem, após um mau contato, superaquecer e causar incêndios com conseqüências indesejáveis. Também existem outras causas prováveis de danos à saúde, como a cor da luz que deve ser branca: se azulada, pode causar, com o tempo, sérios danos à visão das pessoas expostas a ela.

Para que os produtos de iluminação cumpram os requisitos de segurança, eficiência energética, consumo de energia, fluxo luminoso, fator de potência, entre outros que visam a melhor utilização de cada tipo de aparelho num determinado ambiente, eles devem passar por testes específicos, realizados em laboratório por empresas acreditadas pelos organismos competentes.

Na Intertek, por exemplo, leva-se em consideração a inovação de seu DNA, especialmente na área de energia. Essa história remonta ao século XIX, quando Thomas Edison, o criador da lâmpada incandescente – entre muitas outras contribuições que foram incorporadas à sociedade – fundou os laboratórios de testes elétricos da Intertek, transmitindo seu brilhante legado à empresa, que ainda mantém acesa essa luz pioneira.

Líder global no setor de qualidade de iluminação, a Intertek atua em todo o campo da eficiência energética, oferecendo uma solução completa de gerenciamento de qualidade no mercado, incluindo garantia, testes, inspeção e certificação. São avaliadas lâmpadas LED, iluminação pública, lâmpadas compactas, fluorescentes e de vapor de sódio. No teste de iluminação, além da segurança elétrica, também são avaliados fatores como excesso de fluxo luminoso, potência, consumo e cor da luz da lâmpada.

Além disso, fornecemos testes de desenvolvimento, que são aplicados aos produtos em processo de criação. Assim, o fabricante pode avaliar o desempenho do seu produto e corrigir eventuais lacunas, mesmo antes da fase de certificação.

Vários dos itens verificados nesses testes serão exibidos posteriormente na embalagem do produto, de forma padronizada por regulamento, para informar ao consumidor sobre o tipo de lâmpada que ele está comprando. A base normativa que define estes parâmetros é global. Pode haver algumas mudanças ocasionais de acordo com o país, portanto toda a abordagem é rigorosa e transparente. Esta é outra razão pela qual é essencial comprar apenas produtos certificados.

Nem todos os serviços da Intertek na área das lâmpadas são desenvolvidos em ambiente de laboratório. No mesmo prédio onde funciona o laboratório, em São Caetano do Sul, São Paulo, são realizados todos os procedimentos de certificação. E, indo mais além, construímos um modelo de negócio internacional projetado para trazer produtos de alta qualidade ao mercado, para que os clientes possam se movimentar mais rápido que a concorrência. Temos laboratórios em todo o mundo. O resultado desta combinação é uma redução relevante no tempo de resposta, uma diferença capaz de impulsionar a vantagem competitiva dos fabricantes.

As soluções de segurança, qualidade e sustentabilidade em produtos de iluminação da Intertek abrangem todas as etapas de teste e certificação, agregando credibilidade e agilidade às empresas que operam no Brasil e àquelas voltadas para os mercados globais.

* Claudinei Leite é Coordenador do Laboratório Elétrico da Intertek

Comentários

Deixe uma mensagem