Omega Geração anuncia crescimento de 94% no EBITDA¹ e produção recorde de energia renovável no 3T19

nov, 2019

Outro destaque do trimestre foi a realização do follow-on, que captou um total de R$ 831 milhões para serem aplicados no próximo ciclo de crescimento da companhia, com aquisições previstas para os próximos 18 meses

 

A Omega Geração (OMGE3) anuncia os resultados do terceiro trimestre de 2019. O EBITDA¹ foi de R$ 230,4 milhões no 3T19, 94% acima do mesmo período de 2018, enquanto a margem EBITDA² alcançou 87,2% no trimestre.  Nos nove primeiros meses deste ano, o EBITDA¹ totalizou R$ 448,4 milhões, 67% superior ao mesmo período do ano passado. O lucro bruto de energia foi de R$ 264,4 milhões e o EBITDA¹ de R$ 230,4 milhões, contribuindo para elevação da margem de EBITDA¹ dos 9 meses do ano para 83,3%.

 

Entre os destaques do período, está a produção de energia recorde da companhia neste trimestre, que alcançou 1.313,2 GWh, obtendo expressivo crescimento de 105% em relação ao 3T18, reflexo do início da alta temporada de ventos nas regiões onde estão localizados os complexos Delta e Assuruá. O total alcançado no período representa 63,3% de toda a geração de energia da Omega em 2018.

 

Outro destaque foi a realização de oferta subsequente de ações (follow-on), 100% primária, concluída em 30 de setembro, que atraiu forte demanda de acionistas e novos investidores locais e internacionais. “Com a conclusão da oferta, além de aumentarmos a liquidez da ação, continuamos o processo de estabelecer a Omega como principal plataforma da B3 para investimentos em renováveis no Brasil.”, destaca Antonio Bastos Filho, CEO da Omega Geração.

 

“Em geral, os investidores que participaram da oferta concordaram com os fundamentos de investimento que nos guiarão nos próximos anos: (i) alto crescimento potencial dada participação crescente das renováveis na expansão da oferta, que deverá ser cada vez mais elétrica e renovável, (ii) ambiente de queda de taxa de juros que criará oportunidades adicionais de crescimento e geração de valor e (iii) sólido histórico de resultados entregues com mais de 10 anos de atuação em geração de energia limpa e gestão de ativos renováveis e altos padrões de governança e sustentabilidades.”, afirma o CEO da companhia.

 

A capacidade instalada da Omega alcançará 1.195 MW, caso as transações de Delta 7, Delta 8 e do Complexo Eólico Assuruá III sejam concluídas, equivalente a 2,5 vezes a capacidade do terceiro trimestre de 2018.

 

No 3T19, a companhia também registrou a redução da emissão de 97,2 Kton de CO2 e, na soma dos nove meses deste ano, os ativos da companhia já evitaram a emissão de 181 Kton de CO2.

 

No encerramento do terceiro trimestre de 2019, o valor de mercado da companhia era de R$ 5,4 bilhões. 

 

O relatório de resultados financeiros está disponível para download na área de investidores do website da Omega Geração.

Comentários

Deixe uma mensagem