Novas regras do Finame favorecem setor elétrico em 2018

mar, 2018

O Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (Bndes) passou a financiar até 100% do valor da compra equipamentos e máquinas adquiridas por micros, pequenas e médias empresas. Para as grandes empresas, este percentual de participação da instituição no financiamento será de 80%. A medida tem o objetivo de incentivar novos investimentos no país, principalmente em inovação.

A expectativa do banco é de que os financiamentos girem em torno de R$100 bilhões, que devem favorecer principalmente os setores de infraestrutura, saneamento, transportes e exportações.

O prazo para pagamento do financiamento é de até dez anos, com carência de até dois anos. O acesso a esta linha de crédito deverá ser feito pela empresa interessada diretamente com a instituição financeira credenciada pelo Banco.

Na opinião do diretor da Engerey, fabricante de painéis elétricos, são muitas as vantagens, especialmente, no segmento de infraestrutura, nas ramificações de climatização e PCHs, que que aproveitarão o incentivo para expandir a sua atuação com a construção de novas unidades. “Muitas empresas têm nos procurado desde o ano passado, quando o governo federal iniciou a flexibilização das regras do Finame como a ampliação dos prazos para pagamento. Agora, com este novo incentivo esperamos um incremento ainda maior nas vendas de painéis elétricos, principalmente voltados à proteção e automação”, conta Fábio Amaral.

Segundo o executivo, “o Finame possui uma das melhores taxas do mercado para financiamento, é um ótimo momento para investir em modernização e expansão”.

Quem pode participar do Finame 2018:
  • Empresas sediadas no país;
  • Administração pública;
  • Empresários individuais e microempreendedores;
  • Produtores rurais (pessoa física residente e domiciliada no País);
  • Transportadores autônomos de carga e pessoas físicas associadas a cooperativa de transporte rodoviário de cargas, ambos residentes e domiciliados no País;
  • Fundações, associações, sindicatos, cooperativas, condomínios e assemelhados e clubes.

 

Comentários

Deixe uma mensagem