Neoenergia leva medidores inteligentes ao interior de São Paulo

jul, 2020

Como parte do projeto Energia do Futuro, cerca de 23 mil medidores inteligentes serão instalados na região de Atibaia (SP), até o fim de 2020, totalizando 75 mil equipamentos de redes inteligentes

A Neoenergia inicia nesta semana a etapa final do Projeto Energia do Futuro, que, por meio de redes inteligentes, irá modernizar a distribuição de energia nas cidades de Atibaia, Bom Jesus dos Perdões e Nazaré Paulista, em São Paulo. Até o fim deste ano, a companhia irá instalar aproximadamente 23 mil novos equipamentos, concluindo, assim, a troca para os 75 mil clientes da região. O novo sistema permite ações mais rápidas em casos de interrupção no fornecimento, reduzindo o tempo e a frequência em que isso acontece. A substituição dos medidores convencionais pelo modelo inteligente, mais moderno, não tem custos para os clientes e traz diversas vantagens. Uma delas é que, se o fornecimento for interrompido em função de algum acidente, por exemplo, a distribuidora é acionada automaticamente.  Assim, eventuais ocorrências podem ser resolvidas de forma mais rápida e eficiente.

Com os novos medidores, a leitura do consumo pode ser feita remotamente, evitando a necessidade de deslocamento dos leituristas, que serão treinados para atuar na análise dos dados coletados pelos sistemas. Além disso, após a conclusão do projeto, o cliente poderá acompanhar o consumo de energia diariamente, por meio do site da empresa. “Com o acompanhamento, o cliente poderá ter bastante economia, por conseguir perceber se está gastando muito em determinado período. Essa é uma forma de gerenciar seu próprio consumo”, afirma Heron Fontana, superintendente de smart grid da Neoenergia.

Já foram trocados desde o ano passado cerca de 52 mil medidores na região de Atibaia. O objetivo é de substituir os equipamentos de todos os 75 mil clientes. Nos próximos meses serão realizados também os testes no sistema para garantir o controle desses medidores de forma remota.

Primeira rede celular privada

Uma parte importante do projeto foi a construção de uma rede de telecomunicação celular 4G, para conectar, em tempo real, os equipamentos de automação de redes elétricas e os medidores inteligentes ao Centro de Operações da Elektro. O investimento na tecnologia levou a Neoenergia a ter o primeiro projeto de redes inteligentes com banda larga 4G LTE (Long Term Evolution) na América Latina e a primeira rede privada do tipo no Brasil. A operação da rede na frequência de 3,5 Gigahertz (GHz) foi autorizada pela Agência Nacional de Telecomunicações (Anatel) e a tecnologia foi instalada em parceria com a Nokia.

Energia do Futuro

A modernização das redes envolve um projeto ainda mais robusto e busca a instalação de redes inteligentes, as smart grids. Essa é uma tendência mundial no mercado de energia, focada na segurança e na eficiência da distribuição. Os clientes são diretamente beneficiados com a redução de interrupções no fornecimento de energia e na duração dessas ocorrências, provocadas muitas vezes por problemas como acidentes de trânsito e descargas atmosféricas. A Neoenergia avalia a expansão do projeto para outras cidades nos estados de São Paulo, Mato Grosso do Sul, Bahia, Pernambuco e Rio Grande do Norte.

Prevenção à covid-19

A empresa contratada pela Neoenergia para realizar a substituição dos medidores pelo modelo inteligente está adotando uma série de medidas para evitar a contaminação pela Covid-19. O uso da máscara é obrigatório, o álcool em gel é fornecido para a higiene frequente das mãos e os veículos operacionais são higienizados diariamente. Os colaboradores ainda são orientados a manter distância dos clientes no período para a troca do equipamento, que leva aproximadamente 30 minutos.

3.jpg
4.jpg

Comentários

Deixe uma mensagem