Grupo Prysmian inaugura no Brasil sede para a América Latina

jul, 2019

A companhia investiu R$150 milhões para expandir unidade em Sorocaba (SP)

O Grupo Prysmian, especialista mundial em cabos e sistemas de energia e de telecomunicações, inaugurou oficialmente, no dia 10 de julho de 2019, sua sede para a América Latina, na cidade de Sorocaba, interior de São Paulo. Para celebrar a ocasião, o CEO Global, Valerio Battista, e executivos da empresa reuniram-se para conhecer as novas instalações que, a partir de agora, concentram as operações administrativas do Grupo na região.

Na ocasião, cerca de 400 colaboradores participaram de uma cerimônia de inauguração formal do novo Centro de Excelência, que contou com breves discursos do CEO Global, Valério Batista, e do CEO Latam, Juan Mogollon, seguido do descerramento de um grande painel de aproximadamente 600m², localizado na face externa do novo Centro de Distribuição.

O dia ainda contou com uma conferência dedicada à imprensa e com um grande evento voltado aos principais clientes do grupo na América Latina. O ponto alto do encontro foi um painel com a participação de especialistas dos setores de energia e telecomunicações, que discutiu a evolução desses setores frente aos desafios econômicos e tecnológicos.

O parque industrial de Sorocaba já existia, porém, foi modernizado pelo Grupo Prysmian com a aquisição de novos equipamentos e transferência / renovação dos que estavam em Santo André e em São Paulo. “Estamos investindo para absorver a planta de Santo André e aumentar a nossa capacidade”, declara Battista.

A modernização integra o “Projeto +90” do Grupo, que escolheu o Brasil para abrigar o novo Centro de Excelência Mundial. O chamado Projeto +90, lançado mundialmente em abril de 2017, é a aposta da organização no crescimento e fortalecimento dos mercados brasileiro e sul-americano nas áreas de energia e telecomunicações e remete às nove décadas de operações no Brasil, completadas pela companhia em 2019.

Neste Projeto, também comemorados na ocasião, o Grupo Prysmian investiu cerca de R$150 milhões na expansão de duas de suas sete unidades no País: Sorocaba e Poços de Caldas (MG). Na unidade de Sorocaba, localizada no bairro do Éden, o Grupo investiu na ampliação e modernização de linhas de produção destinadas a cabos de energia, cabos ópticos e metálicos para transmissão de dados e cabos especiais para a indústria automotiva e na construção deste novo centro de distribuição.

Outro fato importante foi que o Grupo Prysmian fortaleceu sua presença geográfica no estratégico mercado latino-americano com a compra da empresa General Cable, complementando o portfólio de produtos, serviços e tecnologias ofertados na região. “Com certeza, o Brasil é um país que tem crescido bastante. É um mercado enorme e com grande potencial, e nós, como Prysmian, estamos muito contentes, graças à integração com a General Cable. Queremos ficar no País por mais 90 anos”, declara o CEO Global.

A unidade, que passa a ser o novo Centro de Excelência para a América Latina, conta com um laboratório referência em Pesquisa e Desenvolvimento nas áreas de energia e telecomunicações e um novo edifício administrativo. O acréscimo em área construída nessa unidade chega a 23 mil m².

O edifício, cujo projeto de linhas contemporâneas, com amplas janelas e espaços que engajam a integração e convivência, inspirou-se nas soluções de conectividade, sustentabilidade e layout de seu equivalente na matriz em Milão, na Itália, e pode acomodar até 340 colaboradores. O edifício abrigará todo o corpo administrativo tanto para a América Latina quanto para o Brasil.

O Grupo escolheu a cidade de Sorocaba por estrategicamente estar mais próxima do principal mercado da companhia na região. “Fatores ligados à disponibilidade de recursos humanos e à facilidade logística para a distribuição dos nossos produtos foram determinantes para a escolha da cidade”, afirma João Carro Aderaldo, CCO Brasil.

Ainda segundo ele, o mercado muda não apenas pelas perspectivas econômicas, mas também nas tendências, e, frente a essa realidade, a empresa está justamente se preparando para este futuro com essa iniciativa. “Estamos investindo nos mercados e nos preparando para produzir e desenvolver produtos melhores nos mercados que ‘largarão na frente’ nesse novo ciclo de desenvolvimento nos próximos anos. Então, esse movimento é de confirmar a nossa disposição de investir no Brasil e de nos preparar para esse futuro diante dos desafios tecnológicos que enxergaremos mais adiante”, destaca.

De acordo com Marcelo De Paola, CFO América Latina, o Grupo resolveu construir o prédio para sediar não somente o Brasil, mas toda a Latam. “As partes financeira, administrativa e de pesquisa e desenvolvimento, estão agora em Sorocaba, de modo que nós temos um grupo de pessoas competentes para fornecer as melhores soluções para os clientes”, conta.

Em 2018, no Brasil, o faturamento atingiu cerca de R$1.9 bilhões líquidos. Atualmente, possui no País sete plantas em cinco Estados, 1.500 colaboradores e dois Centros de Excelência de Pesquisa & Desenvolvimento.

Comentários

Deixe uma mensagem