GreenYellow investirá R$ 40 milhões para construção de 2 usinas de energia solar em SP

jun, 2019

A empresa escolheu os municípios de Penápolis e Barbosa para instalar suas novas unidades no Brasil. Juntas, as usinas terão 10 MWp de potência instalada.

A GreenYellow, empresa francesa há 6 anos no Brasil, vai investir R$ 40 milhões no interior de São Paulo para construir duas usinas de energia solar no país. As unidades serão instaladas nos municípios de Penápolis e Barbosa, ambas no interior paulista, a cerca de 570 km de distância da capital, e somadas terão 10MWp de potência instalada.

“As duas novas unidades que serão instaladas no Estado de São Paulo praticamente dobram nossa capacidade de produção no País e posiciona a empresa como um dos grandes grupos do Brasil na produção de energia limpa e na gestão de projetos de eficiência energética. Estamos felizes em anunciar esse investimento em São Paulo e contribuir para a ampliação da infraestrutura energética e na diversificação da matriz estadual e nacional”, afirma Pierre-Yves Mourgue, presidente da GreenYellow no Brasil.

A GreenYellow é especializada em soluções em energia, com o objetivo de reduzir os custos de energia e gerar mais eficiência para seus clientes. Com presença em sete países, a companhia possui globalmente mais de 1.600 projetos de eficiência energética em operação, e mais de 120 MWp de capacidade instalada. No Brasil desde 2013, a GreenYellow administra 900 projetos de eficiência e possui 9 usinas de energia solar construídas na modalidade de geração distribuída

A InvestSP, Agência Paulista de Promoção de Investimentos e Competitividade, assessorou a GreenYellow desde o início dos dois projetos, dando assistência na área ambiental e infraestrutura. “Os projetos das usinas da GreenYellow são classificados internamente como economia verde. Esse é apenas um exemplo do que esse setor pode trazer de investimentos para São Paulo e demonstram todo o potencial que o Estado tem para oferecer as condições necessárias para que outras iniciativas semelhantes cheguem por aqui”, afirma Wilson Mello Neto, presidente da InvestSP.

 

Clique aqui e veja o vídeo.

Comentários

Deixe uma mensagem