Geração e armazenamento de energia são destaques do 16º Congresso de Eficiência Energética

ago, 2019

Cerca de 300 pessoas participaram da 16ª edição do Congresso Brasileiro de Eficiência Energética (COBEE), realizado pela Associação Brasileira das Empresas de Serviços de Conservação de Energia (Abesco), entre 19 e 20 de agosto, em São Paulo.

Durante dois dias de evento, representantes do setor elétrico, do governo, consumidores, Empresas de Serviços de Conservação de Energia (ESCOs) e da sociedade civil puderam conferir as ações que estão atualmente sendo realizadas no setor elétrico, em especial com foco na Inteligência Aplicada ao Setor Elétrico e de Eficiência Energética, tema principal do Congresso deste ano.

Para o presidente da Abesco, Alexandre Moana, esta edição do COBEE cumpriu com sua missão em fazer com que o conhecimento fosse disseminado entre indústria, comércio e consumidores de energia em geral e acrescentou que foi um sucesso, não somente em virtude do aumento no número dos inscritos, mas especialmente pelo envolvimento dos agentes do setor, como ANEEL, ELETROBRAS, ENEL, EPE, WEG, entre outros, no decorrer da programação.

Enfatizou ainda que o evento se tornou um espaço para se pensar em como tornar o Brasil um país cada vez mais eficiente, além de haver a preocupação de levar aos participantes todos os aspectos das mudanças que têm ocorrido na maneira de gerar energia nas empresas e nas casas dos brasileiros.

“Está em curso uma modernização do setor elétrico e a Eficiência Energética terá extrema importância neste novo cenário. Então, discutir a inovação traz uma série de benefícios, desde a forma de utilizar os recursos naturais até a maneira de armazenamento e geração de energia. Tudo isso foi debatido nestes dois dias de evento”, completou Moana.

Entre os diversos assuntos debatidos durante o COBEE, alguns chamaram a atenção, como Indústria 4.0, ações do Procel no setor, novas tecnologias para Iluminação Pública, além das políticas públicas de incentivo à Eficiência Energética.

“O COBEE acontece em um momento muito importante, de transformação energética no Brasil e no mundo. Neste contexto, três fatores têm impactado esta transição: a digitalização, a descentralização e a eletrificação. E a Eficiência Energética estará presente nestes três pilares desta mudança”, apontou Ailson de Souza Barbosa, Superintendente de P&D e Eficiência Energética da ANEEL (Agência Nacional de Energia Elétrica).

Temas relacionados ao desenvolvimento sustentável, como biomassa, energia fotovoltaica, biogás, energias alternativas e com baixo consumo de CO2, também estiveram entre os assuntos que mais chamaram a atenção da plateia.

“Esta questão da Energia Sustentável é uma das prioridades do governo. Parabenizamos a Abesco pela iniciativa, pois vai ao encontro do que pretendemos fazer, que é fomentar todas as ações de Eficiência Energética para melhorar a qualidade de vida dos paulistas e garantir energia para todo o Estado”, afirmou Glaucio Penna, Subsecretário de Infraestrutura e Meio Ambiente do Estado de São Paulo.

“Congressos como esse são fundamentais para a conscientização da sociedade e dos consumidores para a necessidade do uso racional e eficiente da energia elétrica. Disseminar o conceito da Eficiência Energética como o contraponto do desperdício é um trabalho de natureza permanente”, finalizou Max Xavier Lins, presidente da ENEL Distribuição São Paulo.

Comentários

Deixe uma mensagem