Enel Green Power inicia construção do maior parque solar do Chile

ago, 2019
  • A usina fotovoltaica Campos del Sol (382 MW), localizada na região de Atacama, entrará em operação até o final de 2020, gerando cerca de 1.160 GWh por ano quando estiver em pleno funcionamento

 

  • O projeto envolve um investimento total de cerca de 320 milhões de dólares

 

A Enel, por meio de sua subsidiária de energia renovável Enel Green Power Chile, iniciou a construção de seu novo parque de energia solar fotovoltaica, Campos del Sol. Com aproximadamente 382 MW de capacidade instalada, o empreendimento é a maior usina solar atualmente em construção no Chile. O projeto, localizado a 60 km de Copiapó, região do Atacama, envolverá um investimento total de cerca de 320 milhões de dólares.

Antonio Cammisecra, Responsável da Enel Green Power, afirma: “O início da construção de Campos del Sol marca uma conquista importante para a Enel Green Power no Chile. Ao desenvolver o maior projeto solar do país, estamos reforçando nosso compromisso com a descarbonização e, mais uma vez, confirmando nosso papel de liderança na transição energética chilena. O foco sustentável do projeto, além de seu perfil inovador, visa maximizar retornos compartilhados para o Grupo e seus stakeholders, em linha com a nossa estratégia baseada em sustentabilidade e inovação como principais impulsionadores da criação de valor”.

Campos del Sol entrará em operação no final de 2020 e estima-se que gere cerca de 1.160 GWh por ano, evitando a emissão de mais de 900.000 toneladas de CO2 na atmosfera. A instalação terá cerca de um milhão de painéis fotovoltaicos bifaciais, uma tecnologia que maximiza a geração de energia por meio da captura de radiação solar de ambos os lados do painel, gerando, em média, 12% mais eletricidade que os módulos convencionais.

Este projeto solar também se destaca por seus recursos digitais inovadores. O canteiro de obras de Campos del Sol utilizará máquinas de última geração, guiadas e controladas por GPS, enquanto um drone autônomo monitorará remotamente as atividades no local de trabalho, aumentando a produtividade e eficiência do processo de construção da planta.

Como parte do processo de desenvolvimento, a Enel Green Power Chile iniciou um diálogo permanente com cinco comunidades indígenas locais de Colla, incluindo cerca de 100 pessoas, para identificar a mitigação de impacto e como esse projeto pode gerar valor para essas comunidades. Como resultado desse processo, está em andamento um plano compartilhado com projetos de curto, médio e longo prazo, alinhados às prioridades das comunidades e aos objetivos de sustentabilidade da empresa, como iniciativas de turismo sustentável desenvolvidas em colaboração com a ONG chilena Fundación Rondó.

O Grupo Enel opera no Chile por meio da Enel Chile e suas subsidiárias Enel Generación Chile e Enel Green Power Chile, no setor de geração, Enel Distribución Chile, no segmento de distribuição, e a Enel X Chile, no setor de soluções avançadas de energia. A Enel é a maior empresa de energia do Chile em capacidade instalada, com cerca de 7.500 MW, dos quais 4.700 MW de energias renováveis, compostos por mais de 3.500 MW de hidrelétrica, mais de 600 MW de eólica, cerca de 500 MW de energia solar e aproximadamente 40 MW de energia geotérmica. Em 2018, a Enel no Chile vendeu cerca de 23,2 TWh de eletricidade. No Chile, o Grupo possui 1,9 milhão de clientes e mais de 2.000 funcionários. O país também abriga a Enel Américas, por meio da qual o Grupo opera na Argentina, Brasil, Colômbia e Peru.

Comentários

Deixe uma mensagem