Eficiência energética na ordem do dia

maio, 2019

Parece que o tema Eficiência Energética está em pauta em algumas empresas brasileiras. Foi o que vimos recentemente em um workshop organizado pela Mitsubishi Electric para jornalistas (obrigada Mitsubishi Electric pelo convite, além de aprendermos um pouco mais sobre o assunto, em nível global, vimos que o tema vai muito além da simples mudança de lâmpadas para soluções em LED, sem contar que ainda tivemos a oportunidade de visitar o showroom da empresa, localizado em Barueri, na Grande São Paulo).

Mas por que estou abordando essa questão? Porque por coincidência, ou não, o tema é um dos grandes destaques desta edição de abril da revista O Setor Elétrico, sendo o assunto de capa, por meio da Aula Prática “As subestações de entrada de energia e entradas de serviço no Brasil”, artigo elaborado pelo consultor técnico Fernando Reis da Cunha.

Além deste extraordinário trabalho, notamos que a Eficiência Energética está presente também na seção CinaseTec, que trata sobre o tema como fator de competitividade e alternativa de transição, abordado pelo especialista em Regulação e Gestão pela Universidade Federal da Bahia, Roberto Musser. Segundo ele, “percebe-se a possibilidade de que formas alternativas para a conceituação de eficiência energética sejam consideradas, como um entendimento plural de formas de produção e consumo de energia transpondo a barreira física necessária da existência da rede elétrica”.

Ainda de acordo com o especialista, a eficácia da Eficiência Energética impacta na redução do consumo de energia, e a eliminação do desperdício energético assume cada vez mais o papel de protagonista. Metas arrojadas na redução do consumo médio anual passarão a ser instrumentos políticos importantes, desde que sejam reconhecidas não apenas como uma forma de aprovisionamento de energia sustentável, mas também de contribuir com a redução das emissões de gases com efeito de estufa e promover a competitividade econômica. Vamos aguardar!

Já o Espaço SBQEE traz um olhar sobre o armazenamento de energia em baterias, energias renováveis e eficiência energética para consumidores residenciais. E a seção Prêmio OSE trata da eficiência energética e iluminação, mostrando a adequação de um sistema de iluminação convencional por soluções LED.

Mas não é somente na Terra que os seres humanos estão “discutindo” sobre a Eficiência Energética. Parece que São Pedro está um pouco mais energético também. Poucos dias atrás foi registrado no Brasil, mais especificamente em São Paulo, um Super Raio de 249 kA, sendo que a NBR 5419:2015 prevê proteção para até 200 kA. Então fica a pergunta: e agora, projetista?

A resposta você encontra  no Espaço 5419, muito bem elaborado pelo professor Danilo Ferreira de Souza, coordenador do curso de Graduação em Engenharia Elétrica da Universidade Federal de Mato Grosso, e pelo doutor Hélio Eiji Sueta, chefe adjunto da Divisão Científica de Planejamento, Análise e Desenvolvimento Energético do Instituto de Energia e Ambiente da Universidade de São Paulo. Boa leitura e boa sorte para nós, seres humanos, aqui na Terra, após esse fenômeno do Super Raio!

Comentários

Deixe uma mensagem