Cummins anuncia aquisição da EDI, desenvolvedora de motores elétrico e híbrido

jul, 2018

Empresa adquirida está baseada no Vale do Silício, nos Estados Unidos, e produz soluções de energias híbridas e elétricas

A Cummins Inc. acaba de anunciar a aquisição da Efficient Drivetrains Inc. (EDI), baseada no Vale do Silício, na Califórnia (EUA), que projeta e produz soluções de energias híbridas e totalmente elétricas para o mercado. A aquisição deve ser concluída no terceiro trimestre deste ano.

“À medida que as necessidades e tecnologias de energia evoluem, a Cummins continua comprometida em oferecer as soluções de energia certas, no momento certo, com foco no sucesso dos nossos clientes. Essa aquisição combinará o talento e o conhecimento em eletrificação da EDI com a experiência da Cummins em desenvolver e fabricar as tecnologias que movem e energizam o mundo”, disse Tom Linebarger, chairman e CEO da Cummins Inc.

A Cummins começou a desenvolver suas capacidades de eletrificação há mais de uma década. Durante os últimos nove meses, acelerou o investimento nesse negócio quando empreendeu esforços estratégicos para construir capacidades em toda a gama de armazenamento elétrico.

Após a adição de um motor único elétrico para quatro versões de powertrains híbridos, a EDI ampliará os conhecimentos e produtos de eletrificação da Cummins. O sistema híbrido da EDI é o mais versátil do mercado atualmente.

De acordo com o presidente e CEO da EDI, Joerg Ferchau, “clientes e frotas de veículos, ao avaliar novas tecnologias elétricas e híbridas, têm preferência em trabalhar com empresas bem estabelecidas que tenham profundidade e recursos para fornecer o suporte necessário para aumentar a produção em massa. Juntos, podemos liderar a categoria de eletrificação e fornecer novas opções interessantes que o mercado adotará”.

Com sede no Vale do Silício, na Califórnia, o portfólio de sistemas de transmissão elétrica híbrida da EDI, a série EDI PowerDrive ™, viajou mais de 9 milhões de quilômetros em uma frota nos Estados Unidos e na China. Os produtos e a base de clientes diversificada da EDI fornecerão um trampolim para a Cummins nos mercados eletrificados, permitindo à empresa uma capacidade mais imediata de aumentar sua participação no mercado.

Comentários

Deixe uma mensagem