Cooperativa de consumo adere ao programa de coleta de lâmpadas fluorescentes

mar, 2018

A Cooperativa de Consumo (Coop) acaba de aderir ao programa de coleta de lâmpadas fluorescentes compactas, tubulares e as que contêm mercúrio, sódio ou mistas. Trata-se de uma parceria com a Reciclus, associação sem fins lucrativos formada por produtores e importadores de lâmpadas.

De acordo com o engenheiro Adalberto Correia dos Santos Júnior, responsável pelo Serviço de Segurança, Medicina do Trabalho e Meio Ambiente (SESMTMA), com essa parceria, a Coop passa a atender também à Lei 12305 (Política Nacional de Resíduos Sólidos), que determina que os fabricantes e comerciantes têm a responsabilidade de coletar lâmpadas e destinar para a reciclagem dos componentes das lâmpadas.

“Não podemos esquecer que o mercúrio presente nas lâmpadas fluorescentes pode causar contaminação do solo quando descartadas indevidamente. Por isso, estamos fazendo nossa parte e esperamos que nossos clientes também colaborem e tragam as lâmpadas e depositem nos coletores espalhados em nossas unidades”, explica Santos Júnior.

Unidades já adequadas

As unidades da Coop que já estão equipadas com coletores são as unidades Pereira Barreto, Industrial, Parque das Nações e Carijós, em Santo André; Diadema; Barão de Mauá e Itapark, em Mauá; Rudge Ramos, Vianas, Joaquim Nabuco, Café Filho e Piraporinha, em São Bernardo do Campo; Itavuvu e Árvore Grande, em Sorocaba; Piracicaba e suas três unidades localizadas na cidade de São José dos Campos.

A Coop é considerada a maior cooperativa de consumo da América Latina, com 1,7 milhão de cooperados, mais de 5,9 mil colaboradores diretos e 31 unidades no estado de São Paulo.

Comentários

Deixe uma mensagem