Como proteger seus aparelhos eletrônicos dos raios?

jan, 2020

Minas está entre os estados que mais registram descargas atmosféricas no país; saiba como evitar danos

A temporada de chuvas e tempestades retorna e, com ela, os temidos raios. De acordo com a Companhia Energética de Minas Gerais (Cemig), nos últimos anos, o estado registrou uma média anual de 935 mil de descargas atmosféricas, uma das maiores do país. E a Região Metropolitana de Belo Horizonte é uma das que mais sofre a incidência do fenômeno.

Esse alto número de raios exige atenção redobrada para prevenir estragos a equipamentos eletrônicos, conforme alerta o professor e engenheiro eletricista João Carlos Lima, do Grupo Loja Elétrica. “O risco de surtos ou sobretensões é grande, pois nem sempre as pessoas tomam os devidos cuidados com as instalações domésticas”, ressalta.

O engenheiro explica que é preciso transformar alguns cuidados em hábitos e, ainda, prestar atenção para efetuar a prevenção corretamente. Ele exemplifica que, apesar de muito utilizados, os filtros de linha nem sempre desempenham a função de proteção dos aparelhos eletrônicos. “O DPS seria uma alternativa mais interessante, pois atua como um verdadeiro guardião dos eletrodomésticos, principalmente os eletrônicos. Na hora das tempestades e raios, ele garante 100% de eficiência na prevenção de queima desses equipamentos”.

O Dispositivo de Proteção contra Surto (DPS) pode ser instalado no disjuntor (ou quadro de chaves) de uma instalação elétrica para proteção geral da rede. Para a proteção individual de um eletroeletrônico, o mercado também oferece o DPS em formato pocket, com encaixe direto na tomada.

Outra crença contestada por Lima é de que apenas desligar os aparelhos seria suficiente para protegê-los das descargas atmosféricas. “Desplugá-los da tomada é fundamental”, reforça.

Para se proteger

Saiba outros cuidados para evitar danos e acidentes com seus eletroeletrônicos no momento de tempestades:

  • Evite tomar banho e utilizar a torneira elétrica
  • Não use telefone fixo
  • Desligue os fios de antenas das TVs e receptores de sinal
  • Procure manter distância de estruturas metálicas, como janelas e canos, e de aparelhos como geladeira e fogão
  • De preferência, não saia de casa

Comentários

Deixe uma mensagem