CINASE abre 2019 em Santa Catarina com novidades no formato

abr, 2019

Florianópolis sediará pela primeira vez o evento nos dias 8 e 9 de maio

Por Adriana Dorante

Edição: Cristiane Pinheiro

 

O CINASE – Circuito Nacional do Setor Elétrico começará sua jornada este ano nos dias 8 e 9 de maio pelo Estado de Santa Catarina com novo formato, comemorando seu décimo ano de existência consolidado como o melhor evento itinerante do segmento. A capital Florianópolis sediará o evento pela primeira vez, como um dos polos industriais, marcado por importantes universidades e entidades ligadas ao setor elétrico, além de ser um ponto turístico, facilitando a participação de toda a região.

 

Uma novidade deste CINASE é o conteúdo programático com novos temas. Anteriormente, a concessionária só participava da abertura do evento, mostrando um panorama do setor na região. Agora, estará presente em diversos painéis, se aproximando ainda mais do público, tornando os temas do Congresso ainda mais dinâmicos.

 

“O CINASE chega ao seu décimo ano existência no auge do reconhecimento da indústria, que nos acompanha e que hoje enxerga esse modelo como um sucesso não só por ser o maior, mas o melhor evento técnico itinerante. O Congresso tem um propósito muito bem definido, misturando profundidade dos temas técnicos, visibilidade e trabalho de divulgação total e diferenciado nas regiões por onde passa. Desde o ano passado também levamos ao evento o Prêmio O Setor Elétrico de Qualidade das Instalações Elétricas, que agrega cada vez mais participantes. Tudo isso é o CINASE”, destacou Adolfo Vaiser, diretor da revista O Setor Elétrico e organizador do evento.

 

A edição de Florianópolis prepara uma programação extremamente rica com a presença confirmada da distribuidora Celesc, a transmissora Eletrosul, o Senge –SC – Sindicato dos Engenheiros de Santa Catarina, a Associação Catarinense de Engenheiros, empresas de engenharia locais, como a Quantum Engenharia e todas as grandes universidades, entre elas a Udesc –  Universidade do Estado de Santa Catarina, entre outras.

 

Segundo o professor Raimundo Nonato Gonçalves Robert, coordenador de engenharia, projetos e obras da Udesc, que está presente em todo o Estado de Santa Catarina, a expectativa é grande em relação ao CINASE Florianópolis. “Os temas abordados, como inovação, eficiência energética e projetos elétricos estão alinhados com as novidades como foco da nossa universidade. Desejo muito sucesso ao CINASE Florianópolis e à toda Santa Catarina”, comentou.

 

Programação

O evento abrirá com o diretor Pablo Cupani Carena, diretor de GTD – Geração, Transmissão e Distribuição de Energia e novos negócios da concessionária Celesc, falando sobre novo marco do setor elétrico inovação e investimentos em GTD. Também haverá a presença de Rogério Bonini Ruiz, diretor de operações da Eletrosul (Grupo Eletrobrás), que falará sobre novas tendências da transmissão de energia.

 

Como parte do novo formato deste ano, o evento colocará em evidência o tema energias renováveis nos painéis. O assunto será destacado durante a abertura por Mauro Passos, do Instituto Ideal, que trabalha no desenvolvimento de energias alternativas para a América Latina, e Ricardo Ruther, diretor tanto do Instituto Ideal, quanto do Laboratório Fotovoltaico da Universidade Federal de Santa Catarina. Ambos apresentarão um panorama do setor elétrico no Brasil e na região, com foco em energia renovável.

 

O CINASE é conhecido também pelas palestras com especialistas que participam do evento desde as primeiras edições e trazem bastante atualizações. Entre os principais temas do Congresso estão Smart Grids e redes subterrâneas (Daniel Bento), proteção e manutenção dos sistemas elétricos (Cláudio Rancoleta), eficiência energética (José Starosta, um dos coordenadores do evento), aterramento e proteção de áreas aberta com nova Norma deste setor (Jobson Modena, outro coordenador do evento), entre outros destaques.

 

O Congresso também prepara um grande painel de quase duas horas para tratar sobre a indústria 4.0. Outro tema de destaque é Geração Distribuída e Energia Fotovoltaica, que serão abordados por Juarez Guerra, membro da Comissão da Abinee, e casos de aplicação de projeto em fotovoltaica por Patrício Pavez, gerente comercial da Quantum Solar, empresa local.

 

Outros assuntos em evidência serão: revisão da NBR 5410 (pelo especialista Paulo Barreto), novas tecnologias e soluções BIM nas instalações elétricas prediais (Elton Nascimento Pivato, da Franzmann Engenharia, e Francisco de Assis Araujo Goncalves Junior, da ALTO QI), painéis elétricos, arco elétrico e EPI (engenheiros especialistas Nunziante Graziano e Claudio Mardegan) e IOT (arquiteta Juliana Iwashita).

 

“Para enriquecer ainda mais o conteúdo técnico há um alinhamento lógico na programação. Por exemplo, o assunto que é definido na parte da manhã poderá continuar na parte da tarde com mais profundidade”, destacou Jobson Modena, coordenador do CINASE.

 

Divulgação

O evento itinerante conta ainda com uma divulgação estratégia forte para alcançar todo o Estado de Santa Catarina. O trabalho de divulgação, além de Florianópolis, engloba Joinville e Jaraguá do Sul, região Oeste, como Chapecó e Sul, e Criciúma.

 

“O processo continua sendo a mesma receita dos anos anteriores, porém cada vez mais aperfeiçoado. Vamos no mínimo cinco vezes em reuniões com entidades ligadas ao setor elétrico, universidades e empresas para estreitar a comunicação em relação ao conceito do evento. Sempre defendi a ideia de estar presente na região para a divulgação. Nem todas respondem de forma tão positiva, mas a parte do Sul tem respondido muito bem”, afirmou Simone Vaiser, diretora da revista O Setor Elétrico e do CINASE.

 

“A cada edição aprimoramos mais a troca de informações com os apoiadores e entidades locais. Aprendemos que cada Estado tem o seu “modus operandi” e vamos seguindo com eles. Estamos cada vez mais próximos dos clientes regionais, atendendo ás necessidades deles, o que gera um público maior e mais focado nos interesses da região”, complementou.

 

Além do Congresso que contará com mais de 40 palestrantes, o evento disponibilizará uma área de exposição com cerca de 30 empresas. As informações estão disponíveis no site do evento (www.cinase.com.br),  que passou por uma reformulação e ficou mais prático e dinâmico, integrando também as informações sobre o Prêmio O Setor Elétrico de Qualidade das Instalações Elétricas.

 

“Estamos aprimorando algumas questões relacionadas ao prêmio, que ainda está no seu segundo ano. Umas das mudanças é no questionário anteriormente único para todas as categorias concorrentes. Agora, ele é direcionado a cada uma, facilitando o foco de cada tema”, explicou Adolfo.

Comentários

Deixe uma mensagem