Alubar ampliará mercados nacional e internacional

fev, 2020

O crescimento sustentado da economia dependerá de mais investimentos financeiros, em conhecimento humano e novas tecnologias para incrementar o ambiente de negócios em 2020. Segundo informações do Informe Conjuntural – Economia Brasileira, da Confederação Nacional da Indústria (CNI), a indústria terá expansão de 2,8%, neste ano, um pouco acima do Produto Interno Bruto (PIB), que crescerá 2,5%.

Alinhado aos novos movimentos do segmento da indústria de transformação, o Grupo Alubar, que inclui a Alubar Metais e Cabos, líder na fabricação de cabos elétricos de alumínio e produtora de condutores elétricos de cobre para média e baixa tensão, localizada no município paraense de Barcarena, inicia 2020 com grandes expectativas para os próximos anos, com contratos fechados e outros em negociação com as principais empresas do setor elétrico. Paralelamente, o grupo dá partida às expansões nacional e internacional com as fábricas de Montenegro, no Rio Grande do Sul (RS) e Bécancour, na província de Québec, no Canadá, e um novo escritório de negócios em Miami (EUA).

O investimento em recursos humanos somado à expertise tecnológica e o amplo conhecimento do mercado de cabos elétricos de alumínio, metais e vergalhões está conduzindo o Grupo Alubar para mercados globais, prospectados desde 2019, e que serão consolidados ao longo de 2020, conforme sinalizado em reunião gerencial na última quarta-feira (22). “Nosso desempenho em 2019 foi de uma evolução inédita. Estamos numa região com uma das menores infraestruturas. Daqui, partimos para uma expansão com operações estratégicas no Canadá e em Montenegro. Isso tudo batendo recorde de produção e fazendo capacitações ao mesmo tempo. E 2020 será o momento de consolidar esse crescimento, que vai exigir desenvolvimento constante. Temos possibilidades diversas de evolução, vamos estudar e consolidar cada uma delas”, relata Maurício Gouvea, Diretor Executivo da empresa, que ampliou o organograma da empresa para estruturar os novos mercados do Grupo Alubar.

Além das expansões nacional e internacional, entre os destaques da reunião foram relatados o recorde de produção, com 100 mil toneladas em 2019, premiações como a fornecedora do ano da multinacional espanhola Iberdrola, o reconhecimento do Redes/Fiepa, pelo fomento às compras no Pará, o Selo de Integridade do Ministério da Transparência e Controladoria Geral de União (CGU) na edição 2019 do Pró-Ética e a avaliação como uma das melhores empresas em práticas de compliance pelo Guia Exame. Também foram pontuados o aumento da presença no mercado de transmissão de energia, com 31 contratos fechados, e a inclusão de novas diretorias no organograma da Alubar:  Comercial América Latina, Assuntos Corporativos, Planejamento Estratégico e Comercial América do Norte.

Para o presidente do Conselho de Administração da Alubar, José Maria Barale, os investimentos constantes em qualificação e a interação entre os times foram fundamentais para o crescimento exponencial do Grupo. “Para consolidarmos os novos mercados, fizemos adequações da estrutura interna no organograma. E os gestores devem estar preparados para criar os mecanismos para as pessoas se desenvolverem cada vez mais. Precisamos também do compromisso de cada um diante dos novos desafios. Ao equilibrarmos esses frentes, continuaremos crescendo e evoluindo”, destacou.

Comentários

Deixe uma mensagem