ABNT publica Normas inéditas para instalações em atmosferas explosivas

dez, 2018

Destaque é a normalização sobre requisitos básicos de avaliação para equipamentos não elétricos

A Associação Brasileira de Normas Técnicas (ABNT) publicou recentemente Normas inéditas que orientam as instalações em atmosferas explosivas. Entre elas estão requisitos de avaliação de conjuntos pré-montados, tipos de proteção de equipamentos mecânicos adequados para instalação segura e métodos e requisitos básicos de avaliação para equipamentos não elétricos, aperfeiçoando ainda mais a segurança das instalações.

“Agora se dá um passo a mais, considerando o fato de que não só os equipamentos elétricos têm provocado acidentes de atmosferas explosivas”, destacou Roberval Bulgarelli, coordenador do Subcomitê SC-31 do Cobei, representante do Brasil no Comitê Técnico TC 31 (Atmosferas Explosivas) e TC 95 (Dispositivos de Proteção) da IEC e no IECEx.

Segundo ele, também houve atualização nas Normas sobre classificação de área contendo gases inflamáveis, proteção de equipamentos por segurança aumentadaentre outras. “O Brasil trabalha publicando e atualizando periodicamente suas Normas técnicas que estão no mesmo nível internacional”, afirmou.

Segundo Bulgarelli, na década de 80, o Brasil começou a se alinhar com as Normas internacionais e, já na década de 90, a maior parte das Normas brasileiras já estava alinhada com as IECs.

“A ABNT elabora Normas equivalentes às internacionais por uma série de vantagens, como maior facilidade na adoção das melhores práticas internacionais sobre segurança, qualidade, eficiência energética, confiabilidade e quebras de barreiras técnicas que dificultem comercialização de produtos”, destacou.

Bulgarelli reforçou ainda que o ciclo total de vida das instalações elétricas em atmosferas explosivas começa com a classificação de área, especificações de equipamentos, inspeção para a instalação, compra dos equipamentos e por fim, inspeções periódicas. Todas essas fases precisam ser realizadas seguindo as normas de segurança.

Ele destacou que atividades rotineiras, como manutenção preditiva e preventiva, além de inspeção periódica são fundamentais para garantir que tudo esteja em ordem. “Existem empresas que não conhecem essas Normas e isso é preocupante. É preciso ter confiança nas empresas envolvidas em todas as etapas das instalações e acredito que esse seja o principal desafio mundial”, reforçou.

Para auxiliar nesse desafio, Bulgarelli destacou que dentro da IEC foram criados sistemas de avaliação da Norma e um deles especificamente para IEC Ex, com a participação de 33 países, abordando não só a de certificação de equipamentos, mas de um ciclo total de vida das instalações, integrando todos os itens de segurança desde equipamentos, até empresas e pessoas certificadas. O sistema oferece testes para certificação de competências pessoais.

Comentários

Uma Resposta

  1. Floravante Paim disse:

    Boa tarde

    Meu nome é Floravante e sou Supervisor de Manutenção Elétrica em uma Industria. Temos instalado algumas luminárias EX da Nutsteel. Estas luminárias trabalham com lâmpadas de vapor metálico de 150W, conforme a sua certificação. Alguém saberia me dizer se podemos substituir estas lâmpadas de vapor metàlico por LEDs, sem comprometer a certificação.

Deixe uma mensagem