Publicidade - Revista O Setor Eltrico
Publicidade - Revista O Setor Eltrico

Revista O Setor Elétrico


Atitude Editorial

 

 

Facebook - O Setor Elétrico Twitter - O Setor Elétrico You Tube - O Setor Elétrico RSS - O Setor Elétrico

 


 Juliana Iwashita Kawasaki

é arquiteta, mestre em engenharia elétrica, membro do Comitê Brasileiro de Eletricidade (Cobei) CB-3 da ABNT. É diretora da EXPER Soluções Luminotécnicas, especializada em ensaios laboratoriais, treinamentos, projetos e consultoria.


Parabéns O Setor Elétrico!

E-mail Imprimir

Edição 100 - Maio de 2014
Por Juliana Iwashita

Nesta edição comemorativa gostaria de parabenizar à equipe da Atitude Editorial pelo belíssimo trabalho que vem realizando para todo o setor elétrico. Sempre obstinada em produzir informações técnicas de relevância para o segmento, a revista inovou em fornecer conteúdos colecionáveis com os Fascículos e informações técnicas atualizadas sob o olhar de especialistas de diversas áreas da engenharia elétrica por meio das colunas especializadas.

Os regulamentos de eficiência energética se pagam?

E-mail Imprimir

Edição 98 - Março de 2014
Por Juliana Iwashita

Como as mídias vem divulgando nos últimos meses, 2014 começa com a possibilidade de novos apagões, crises de abastecimento de água e de energia e aumentos das tarifas. E o que estamos fazendo para minimizar esses riscos? Construção de novas usinas hidrelétricas como a polêmica Usina Belo Monte no Rio Xingu, prevista para ser a terceira maior hidrelétrica no mundo, aumento da matriz energética térmica, incentivos à geração de energias renováveis são alguns exemplos.

Estamos entrando em uma nova crise energética?

E-mail Imprimir

Edição 97 - Fevereiro de 2014
Por Juliana Iwashita

Novos “apagões” e o possível aumento do custo da energia refletem os impactos de uma nova crise energética? Gerar energia é caro em qualquer lugar do mundo, então, por que não economizar? Segundo a Associação Brasileira das Empresas de Conservação de Energia (Abesco), o Brasil tem um potencial de economia de energia elétrica da ordem de 46 TWh por ano. Este volume equivaleria à metade da produção anual da hidrelétrica de Itaipu.

Página 1 de 12