Publicidade - Revista O Setor Eltrico
Publicidade - Revista O Setor Eltrico

Revista O Setor Elétrico


Atitude Editorial

 

 

Facebook - O Setor Elétrico Twitter - O Setor Elétrico You Tube - O Setor Elétrico RSS - O Setor Elétrico                

 


José StarostaJosé Starosta

é diretor da Ação Engenharia e Instalações e membro da diretoria do Deinfra-Fiesp.

Este endereço de e-mail está protegido contra spambots. Você deve habilitar o JavaScript para visualizá-lo.

 


Demanda instantânea máxima ou “pico da carga”

E-mail Imprimir

Edição 119 - Dezembro de 2015
Por José Starosta

As preocupações com as demandas instantâneas máximas, ou “picos de demanda”, ou ainda “pico da carga”, estão sempre presentes independentemente do tipo de instalação elétrica que se está tratando e, mesmo nos sistemas de geração, transmissão e distribuição, no caso das distribuidoras de energia, ou ainda nos grandes complexos industriais com conexão à rede básica. A abordagem clássica considera as definições:

Quando teremos a tarifa branca?

E-mail Imprimir

Edição 118 - Novembro de 2015
Por José Starosta

Não é novidade que se pretende algum dia disponibilizar a tarifação diferenciada aos consumidores de baixa tensão da mesma forma que se faz há mais de duas décadas com os de média tensão, na tarifa verde ou azul. Em especial, o modelo que se aponta para a tarifa branca é semelhante ao da tarifa verde com custos de consumo diferenciados em horários de ponta (três horas por dia) e horários especiais - no caso da tarifa branca, em períodos de duas horas diárias vizinhas aos horários da ponta no início e término deles. Assim, a tarifa branca se caracteriza por 66 horas de ponta e 44 de período intermediário nos meses com 22 dias úteis.

Oscar de Lima e Silva: um ícone da eficiência energética parte precocemente

E-mail Imprimir

Edição 117 - Outubro de 2015
Por José Starosta

A perda de um amigo querido é sempre dolorosa, considerando os aspectos de relacionamento, de respeito, de amizade e de carinho pela pessoa que se vai. E com o nosso grande Oscar não foi diferente. Aprendemos a respeitar aquele sujeito intempestivo, de humor sarcástico, com ideias claras e que sabia muito bem onde deveríamos chegar. Um homem de bons propósitos, um técnico brilhante, empresário justo e correto, além de um pai de família exemplar que deixa sua fiel companheira Iza, quatro filhos e a encantadora netinha Luana órfãos, como todos nós, seus amigos e companheiros de jornada.

Página 1 de 21