Publicidade - Revista O Setor Eltrico
Publicidade - Revista O Setor Eltrico

Revista O Setor Elétrico


Atitude Editorial

 

 

Facebook - O Setor Elétrico Twitter - O Setor Elétrico You Tube - O Setor Elétrico RSS - O Setor Elétrico

Instalação de relé foto elétrico

Edição 44, Setembro de 2009

Por Tarcísio Brito

Instalação de relé fotoelétrico

O relé fotoelétrico, também conhecido como fotocélula, é um dispositivo de controle que possui a função de acender e apagar uma única lâmpada, ou circuito de iluminação, de acordo com o nível de iluminamento do ambiente. Isto permite que uma lâmpada seja ligada automaticamente quando o ambiente em questão está com baixo nível de luz desejado (no entardecer, por exemplo) e desligada automaticamente quando o ambiente está com nível de luz suficiente (como no amanhecer).

 

 

A principal aplicação do relé fotoelétrico é o acionamento automático de circuitos de iluminação pública, áreas externas em condomínios e residências, outdoors, letreiros e fachadas, luminosos, etc.

 

Existem diversos tipos de relés fotoelétricos construídos sob normas específicas de fabricação e utilização, por exemplo, relés para montagem em poste, relés para montagem diretamente sobre a luminária controlada, ou ainda relés em que o sensor de luminosidade é separado do dispositivo que manobra a carga, dispositivo este que pode ser montado em painel, enquanto o sensor é instalado externamente. Também se apresentam ao mercado relés com diferentes tensões de alimentação e ajuste de sensibilidade, onde é possível definir o nível de iluminamento para a atuação do relé. Alguns modelos possuem duas regulagens em que é possível comandar com diferentes níveis de iluminamento dois circuitos. Já estão disponíveis no mercado também relés fotoelétricos modernos capazes de serem instalados próximos à influência da luz que está sendo controlada, evitando acendimentos e apagamentos intempestivos, pois possuem sistema de compensação da influência da luz artificial controlada.

 

Da instalação ao funcionamento: confira a seguir os sete passos do relé fotoelétrico (série 10.42)

 

 

1º Passo:

Identificação do material

 

- Relé fotoelétrico

- Suporte metálico (fornecido com relé)

- Adaptador plástico para montagem em poste com abraçadeira (fornecido com relé)

- Abraçadeira (não fornecido)

- Parafusos e buchas (fornecido com relé)

- Cabo PP (mínimo 2x1,5 mm² conforme a ABNT NBR 5410 e máximo 2x2,5 mm²)

 

 

2º Passo:

Escolha do local de instalação

 

Para um correto funcionamento do relé fotoelétrico, é necessário que ele seja instalado evitando que a luz acionada influencie a leitura do sensor. Em locais em que não é possível evitar que uma parte da luminosidade da luz acionada atinja o sensor, deve ser utilizado um relé fotoelétrico com princípio de compensação da influência da luz acionada.

 

3º Passo:

Ligação elétrica do relé fotoelétrico

 

É de extrema importância verificar se a lâmpada ou circuito de iluminação não excede a capacidade de chaveamento do relé. O circuito de carga é interrompido entre os terminais L e L1 no ajuste de lux 1 e entre L e L2 para o ajuste de lux 2.

 

4º Passo:

Regulagem do início da intervenção de luz ambiente (sensibilidade)

 

 

 

 

 

 

 

5º Passo:

Fechamento do relé

 

É necessário assegurar que o prensa cabos esteja apertado a ponto de conseguir o grau de proteção IP 54 para o invólucro (proteção contra poeira, resíduos e projeção de água).

 

 

6º Passo:

Teste de funcionamento do relé fotoelétrico

 

Nos três primeiros ciclos de acionamento, os tempos de liga e desliga são reduzidos a zero a fim de ajudar à instalação. Para testar o funcionamento do relé, é necessário cobri-lo por completo – utilizando-se, por exemplo, a embalagem do próprio produto como na imagem.

 

7º Passo: Resultado



Para mais informações, acesse: www.instalacoeseletricas.com e baixe o catálogo técnico e de aplicações.

Tarcísio Brito é suporte técnico da Finder Componentes Ltda.

Veja também:

Itens relacionados:
Itens mais atuais:
Itens mais antigos: