Publicidade - Revista O Setor Eltrico
Publicidade - Revista O Setor Eltrico

Revista O Setor Elétrico


Atitude Editorial

 

 

Facebook - O Setor Elétrico Twitter - O Setor Elétrico You Tube - O Setor Elétrico RSS - O Setor Elétrico

Led conquista mercado no Brasil e no mundo

E-mail Imprimir

Edição 109 - Fevereiro de 2015
Reportagem: Iluminação Comercial
Por Bruno Moreira

Até 2023, o Led representará 74% das vendas de lâmpadas para projetos de retrofit voltados ao segmento de iluminação comercial. Preço do produto, que ainda é um obstáculo, cai vertiginosamente a cada ano.

Há pouco menos de 20 anos o segmento de iluminação vem passando por uma intensa mudança impulsionada pelo uso mais difundido do Diodo Emissor de Luz, o Led, tecnologia que ilumina com alto índice de qualidade e é bem mais eficiente do que as demais lâmpadas existentes no mercado. A transformação acarretada por esta “nova” tecnologia é comparada à que ocorreu após o surgimento da lâmpada incandescente inventada por Thomas Edison em 1879, ao ponto de alguns especialistas do setor afirmarem que todos os outros tipos de lâmpadas (halógenas, fluorescentes compactas e tubulares, a vapor metálico, de sódio e mercúrio), nascidas após a incandescente, serviram apenas como escada e ponte para o Led.

Nova etapa de revisões tarifárias começa em abril

E-mail Imprimir

Edição 108 - Janeiro de 2015
Reportagem
Por Bruno Moreira

Metodologia proposta pela Aneel para revisões tarifárias, que começam no mês de abril, sugere que se leve em conta a qualidade do serviço quando se comparam os custos operacionais das distribuidoras.

Começará em 22 de abril de 2015 uma nova etapa das revisões tarifárias, processo realizado pela Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel), geralmente a cada quatro anos, segundo estabelecido em contrato, com o objetivo de analisar o equilíbrio econômico-financeiro da concessão das distribuidoras de energia elétrica. A primeira concessionária a passar pela revisão será a Companhia Energética do Ceará (Coelce). Ainda neste ano terão suas tarifas recalculadas mais seis distribuidoras: AES Eletropaulo, Centrais Elétricas do Pará (Celpa), Elektro, Piratininga, EDP Bandeirante e DME Distribuição.

Fascículos

Capítulo II – Alimentação e previsão de carga
30/03/2015

Edição 109 - Fevereiro de 2015
Eduardo Daniel  Previsão de carga Alimentações Serviços de segurança Divisão da instalaçã [ ... ]


Capítulo II – Conceitos de iluminação urbana
30/03/2015

Edição 109 - Fevereiro de 2015
Plinio Godoy  Classificação da distribuição das intensidades das luminárias Classificação das lumi [ ... ]


Capítulo II – Curtos-circuitos, ampacidades, sobrecargas e contatos elétricos
30/03/2015

Edição 109 - Fevereiro de 2015
Sergio Feitoza Costa  Termos, conceitos e definições Geradores, linhas de transmissão e cargas supridas pelo sistema de distri [ ... ]


Capítulo II – Agrupamento de cargas e definições complementares
30/03/2015

Edição 109 - Fevereiro de 2015
Manuel Luís Barreira Martinez  Demanda diversificada Curva de permanência de carga Fator de diversidade Fator de utilizaç&ati [ ... ]


Artigos e Matérias

Projeto de residência com melhor aproveitamento energético

article thumbnail

Edição 109 - Fevereiro de 2015
Artigo: Eficiência energética
Por Adalton de Oliveira, Rafael Jordão, Rodrigo Resende, Rodrigo Caputo e Rodrigo da Silva* Diferentes med [ ... ]


O gerenciamento de risco segundo a Parte 2 da ABNT NBR 5419

article thumbnail

Edição 109 - Fevereiro de 2015
Espaço 5419
Por Hélio Eiji Sueta* A Parte 2 da ABNT NBR 5419/2015 traz, com certeza, as maiores mudanças na proteção de e [ ... ]


Proteção contra efeitos térmicos e contra incêndios

Edição 109 - Fevereiro de 2015
Espaço 5410
Por Eduardo Daniel* Este segundo artigo traz um resumo do que foi discutido na última reunião de revisão da norma AB [ ... ]


Aplicação de pasta térmica em módulos de potência – uso recomendado do Material de Interface Térmica (TIM)

article thumbnail

Edição 109 - Fevereiro de 2015
Dicas de instalação
Por Murilo Sonegatti* Durante seu funcionamento, os semicondutores de potencia geram calor por meio de suas perdas de chav [ ... ]




.