Um ano novo iluminado

jan, 2014

Edição 95 – Dezembro de 2013
Por Juliana Iwashita

Mais um ano se passou e as energias se renovam com a entrada do ano novo. 2013 foi um ano de muitos acontecimentos positivos na área de iluminação. Dentre os principais podemos citar: o início da proibição da comercialização para o consumidor final das lâmpadas incandescentes convencionais com potência acima de 100 W; a publicação de diversas normas para produtos de Led, entre elas, normas de lâmpadas, módulos e controladores; a publicação da ABNT NBR ISO 8995-1 que substituiu a NBR 5413: Iluminância de interiores; e a publicação da tão esperada consulta pública com requisitos de desempenho e segurança de lâmpadas de Led e luminárias públicas.

Um fator comum para todos esses acontecimentos é que, direta ou indiretamente, eles impactam na questão da eficiência energética. O Brasil está mudando sua tecnologia de iluminação gradualmente para o Led. Tecnologias pouco eficientes estão deixando de ser produzidas e comercializadas e outras ganhando regulamentações.

2014 promete ser um ano de efetivação. A partir de julho deste ano, as lâmpadas de 75 W e 100 W não mais poderão ser comercializadas e as tão usadas lâmpadas de 60 W deverão parar de ser produzidas no Brasil.

Em 2014 também se aguarda a compulsoriedade da certificação de lâmpadas de base única e das luminárias públicas de Led, o que aumentará a garantia de um bom desempenho desses tipos de produtos e consequentemente maior confiabilidade para o consumidor final e as prefeituras. Essa mudança será muito benéfica, pois cobrirá uma lacuna que hoje considero a mais crítica para a tecnologia Led. Atualmente, é muito difícil o especificador ou o consumidor final ter uma garantia que o produto que está comprando é efetivamente bom e que realmente irá fornecer os dados das suas especificações técnicas, pois inexiste uma obrigatoriedade de testes e o desenvolvimento da tecnologia Led vem trazendo cada vez mais opções de marcas, modelos e novos fornecedores ao mercado. Com essa medida, o consumidor e o especificador terão parâmetros mais confiáveis para compra e especificação e as instalações terão produtos de maior qualidade.

A capacitação e a atualização técnica serão outro importante aspecto a ser considerado para quem trabalha com iluminação. A evolução rápida da tecnologia e as mudanças em regulamentações, como é o caso do Led exigem cada vez mais aquisição de conhecimentos específicos, seja para desenvolvimento, avaliação como também para quem vende e compra. Em 2014 espero poder auxiliá-los nessa necessidade e demanda crescente por informações seja através dessa coluna ou em nossos cursos e treinamentos in company.

Aguardem novidades, pois estamos preparando algumas surpresas para esse ano. Desejo a todos um ano novo de muita saúde, paz, felicidades e muita luz (eficiente) para seus projetos pessoais e profissionais!

Comentários

Deixa uma mensagem

%d blogueiros gostam disto: