Questões do dia 22/08/2009

ago, 2009

Enviado por : Marco Soares – Engenheiro mecânico e de segurançado trabalho, Rio Grande do Sul

Dúvida:

A NR 10 traz, no item 10.5.1, o termo “Circuito Elétrico Desenergizado” e, logo adiante, no item 10.5.4, fala em “Circuito Desligado”. Qual a diferença entre esses conceitos?

Resposta:

DESENERGIZAR um circuito elétrico significa “garantir a falta do estado de energia durante todo o processo de intervenção“, pela adoção de procedimento que impeça possível reenergizamento acidental, conforme descrito no item 10.5.1 da NR 10: “Seccionamento da alimentacao, impedimento de reenergização, teste de ausência de tensão, aterramento temporário, controle dos elementos energizados em zona controlada e sinalização”.

DESLIGAR um circuito elétrico é promover somente a abertura de um dispositivo (qualquer que seja) de seccionamento da alimentação, não garantindo a condição da falta de energia durante todo o processo de intervenção, assim, podemos dizer que o ‘desligamento de um circuito elétrico’ é uma das etapas de desenergização.

Existem situações (devido às peculiaridades construtivas das instalações elétricas), em que não é possível “desenergizar” o circuito elétrico, conforme prescrito na NR 10, sendo esta situação também contemplada na norma, no item 10.5.3, em que ela considera essa possibilidade, após análise de risco, permitindo a substituição ou mesmo a eliminação das medidas constantes no item 10.5.1, por profissional habilitado e autorizado, com procedimento homologado, que garanta a condição de segurança inicialmente preconizada. Entretanto, quando não for possível adotar as medidas constantes no item 10.5.1, o circuito será considerado desligado, devendo considerar-se as prescrições do item 10.6, ou seja, trabalho com circuito elétrico energizado.

Comentários

Deixe uma mensagem