O buraco, os coveiros e a luz

set, 2016

Não bastasse o rombo do orçamento já consolidado de R$ 170 bilhões deste 2016 que se arrasta, foi apresentado pela equipe econômica meta fiscal para 2017, outro buraco de R$ 140 bilhões, e ainda uma série de cortes. Fato é que era para ser ainda maior: mais R$ 55 bilhões que serão obtidos com algumas receitas relacionadas a vendas de ativos e outros. Por enquanto, falam em aumentos pontuais de impostos (nem poderia ser diferente no atual imbróglio politico que nos metemos), talvez o pontual seja referente à agulha do dentista em nossos nervos expostos.

Claro que este desastre econômico é o reflexo da gestão desastrada do país nos últimos anos, permeado de corrupção, falta de controle e política populista. Contudo, o que chama a atenção é o fato de que nossos representantes no congresso, que, em tese, deveriam antes de aprovar, se debruçar sobre os números do desastre, tentando entender o que se passou contribuindo para melhorar a situação, simplesmente impõem para a aprovação do orçamento um pedágio de outros R$ 2,4 bilhões que seriam dirigidos para atendimento aos programas de interesse dos dignos deputados. Perdem mais uma oportunidade de trabalhar sério e mostram que não são dignos de quem os elegeram, ainda fazem jus ao líder que escolheram e de quem agora tentam se livrar – será que conseguirão? Ficaremos livre do usufrutuário?

Na mão oposta e das trevas para a luz, a Expolux realizada em São Paulo trouxe um alento para a situação: empresas mergulhadas em um mercado em dificuldade mostram seus novos produtos e fazem novos negócios, levando a sobrevivência adiante. Nossa revista esteve no evento, coordenando uma interessante arena do conhecimento com muito boas apresentações. Nossos cumprimentos à equipe que realizou o evento.

E ainda na luz, tristemente nos despedimos do amigo José Rubens Alves de Souza, que nos deixa um legado de trabalho e dedicação no desenvolvimento de normas, em especial, a sua paixão, a NBR 5410 desde os anos de 1980; além da sempre competente direção da revista Eletricidade Moderna. O Zé Rubens vai fazer muita falta. Nossa solidariedade aos amigos e familiares.

Eng. José Starosta
Consultor da revista O Setor Elétrico
consultor@osetoreletrico.com.br

Comentários

Deixe uma mensagem