Não só de eficácia e de eficiência vive o homem

nov, 2016

Nesta segunda coluna que falamos sobre a Luz, me ocorreu um fato interessante que gostaria de conversar com vocês. O Instagram @prediosdesaopaulo publicou uma foto muito bonita da fachada do Tribunal de Justiça de São Paulo, localizado na Praça da Sé, na capital paulistana, um projeto que desenvolvi quando ainda não era tão forte a presença da tecnologia Led.

Então me ocorreu uma certa “saudade” de como, na época, com lâmpadas de descarga, como vapor metálico de 35 W, fluorescentes, filtros, equipamentos analógicos, reatores e dimmers, conseguíamos desenvolver nossos projetos, com muitas soluções baseadas em testes em campo, experiências. Esta época não significa muitos anos não, estamos falando de 2008, 2010.

ed-129_col-luz_fig-1Figura 1 – Tribunal de Justiça de São Paulo. Foto: @prediosdesaopaulo.

Hoje, com o advento dos Leds, quase ficamos obrigados a trabalhar com esta tecnologia, que aos poucos, baseado em muito desenvolvimento, tentam chegar nos resultados de luz daquelas fontes tradicionais.

Os Leds apresentam muitas características interessantes, como vamos ter a oportunidade de conversar nas próximas colunas, porém, a projeção da luz dos projetores a Led pode ser diferente das luminárias e projetores tradicionais, pois baseiam-se na projeção da luz através de colimadores, ou lentes, que criam a abertura do facho correspondente.

http://spie.org/newsroom/3531-solving-optical-problems-for-led-applications

Esta característica criou uma série de soluções pelo mundo, principalmente, na iluminação de fachadas, que ficaram bastante caracterizadas com a geração de projetos com Leds, pois eram interessantes para quem investia mostrar que já estavam utilizando a tecnologia.

http://croled.com.vn/product-detail/am-dat-linear-6x2w-mono/

Também utilizando-se das características do Led, outros projetos foram desenvolvidos ressaltando as novas consequências da tecnologia, como linhas, mudanças de cores, pontos e a utilização de programação digital.

ledit-tech.en.made-in-china.com/

Presenciamos momentos limites entre a tecnologia e a qualidade dos resultados, pois novas possibilidades tornavam-se possíveis.

www.erslighting.com/

Entender estas diferenças é fundamental para a criação de resultados de qualidade, às vezes buscando resultados similares às tecnologias anteriores e, por vezes, buscando efeitos mais característicos dos Leds.

Para buscar resultados mais sofisticados de luz, com melhores controles óticos, luz mais suave e “mole”, os desenvolvedores de equipamentos passaram a ajustar seus produtos, buscando melhorar esta relação, criando soluções em que a qualidade da luz poderia ser o principal objetivo, mesmo utilizando-se os Leds, e, para atingir estes objetivos, passaram a utilizar das tecnologias de reflexão e difração.

www.schreder.com

 

ed-129_col-luz_fig-2Figura 2 – Os Leds oferecem soluções que passaram a ser utilizadas com frequência em fachadas.
Fonte: http://croled.com.vn/

Estas soluções utilizam refletores e filtros que possibilitam diferentes efeitos luminosos, ajustando, assim, o resultado às expectativas do projeto.

A iluminação, então, utilizando-se de tecnologias mais atuais, muitas vezes, retrocede no que tange os resultados luminotécnicos, pois “não só de eficácia e eficiência vive o homem”.

Temos que ter cuidado, pois utilizar as soluções disponíveis podem trazer consequências não muito desejadas, uma vez que a dispersão da luz pode se dar de maneira diferente.

Led tubular

Outro exemplo dessa mesma questão está nas lâmpadas fluorescentes e a tecnologia de Led tubular.

ed-129_col-luz_fig-3Figura 3 – Fotografia de 20 combinações de lâmpada e luminária.
Fonte: www.eere.energy.gov

É preciso tomar muito cuidado com a substituição pura e simplesmente das lâmpadas fluorescentes pelas tubulares pela questão fotométrica.

Não basta o fluxo da tubular Led ser próximo ao da equivalente fluorescente, mas sim as fotometrias decorrentes da utilização das lâmpadas mais os refletores da luminária. Os diferentes modelos e produtos apresentam diferentes distribuições luminosas e estas diferenças são impactantes quando instalamos as novas lâmpadas tubulares a Led nas luminárias existentes.

O documento Caliper 21-2_t8, que pode ser baixado no link a seguir, mostra as comparações entre diversos tipos de luminárias em diferentes situações de lâmpadas, desde as T8 convencionais até as Led tubulares com diferentes tipos de difusão de luz.

Neste documento, o comparativo entre diversas luminárias e lâmpadas nos dá uma ideia de como há variação entre o sistema existente e seus possíveis retrofits. Para acessar o estudo, acesse http://www1.eere.energy.gov/buildings/publications/pdfs/ssl/caliper_21-2_t8.pdf

Conclusão

Importante para quem irá desenvolver um projeto utilizando a tecnologia Led é entender a fotometria, pois, muito comumente, somos levados para decisões baseados em fluxos, eficiências, enfim, números, e devemos sim estarmos focados na comparação entre resultados efetivos de luz no espaço.

Comentários

Deixa uma mensagem

%d blogueiros gostam disto: