Material elétrico de instalação cresce 31% no primeiro trimestre

jul, 2010

Edição 53 – Junho de 2010
Por Weruska Goeking

Pesquisa da Abinee mostra que o setor de material elétrico de instalação foi um dos maiores responsáveis pelo crescimento de todo o segmento eletroeletrônico.

Os programas governamentais para minimizar os efeitos da crise econômica tiveram resultados positivos sobre diversas áreas do setor eletroeletrônico, como o segmento de material elétrico de instalação, que obteve uma das maiores taxas de crescimento entre as áreas pesquisadas pela Associação Brasileira da Indústria Elétrica e Eletrônica (Abinee) no primeiro trimestre de 2010, com 31% de alta no faturamento em relação ao mesmo período do ano passado. O valor ficou atrás apenas da área de componentes elétricos e eletrônicos, que teve crescimento de 34%.

A redução do Imposto sobre Produtos Industrializados (IPI) e de insumos para construção civil foram os maiores responsáveis pelo crescimento. As áreas de equipamentos industriais e de automação industrial também tiveram alta em seus faturamentos neste primeiro trimestre com 3% e 17%, respectivamente, em relação a 2009.

No total, o faturamento da indústria eletroeletrônica no primeiro trimestre deste ano cresceu 17% na comparação com o mesmo período do ano passado e superou em 3% o faturamento dos primeiros meses de 2008. A boa fase do mercado também pode ser justificada pelo crescimento de 13% das importações.

Em contrapartida, o setor de Geração, Transmissão e Distribuição de Energia Elétrica (GTD) teve retração no faturamento de 8% entre janeiro e março deste ano. O motivo foi a redução de encomendas de equipamentos de GTD durante o ano passado, quando a crise ainda causava danos à economia brasileira.

Variação % do faturamento por área por trimestre – Reais correntes

Áreas

1ºT/2010 X 1ºT/2009

Automação industrial

3%

Componentes

34%

Equipamentos industriais

17%

GTD

-8%

Informática

14%

Material de instalação

31%

Telecomunicações

0%

Utilidades domésticas

42%

Total

17%

Comentários

Deixe uma mensagem