Linhas elétricas

abr, 2015

Edição 110 – Março de 2015

Mercado de linhas elétricas apreensivo

A elevação no faturamento dos fabricantes de linhas elétricas foi abaixo do esperado em 2014. Mercado mostra preocupação com o baixo crescimento econômico do país.

Em pesquisa realizada no ano passado pela revista O Setor Elétrico, as empresas da área de linhas elétricas apresentaram números que foram sentidos como uma grata surpresa. Elas haviam projetado um crescimento de 12% para 2013 no que se refere ao seu faturamento em relação a 2012 e constataram um acréscimo bem superior: de 17%. Mesmo ante a porcentagem maior do que a esperada, as companhias não quiseram arriscar e previram elevação igual para 2014 em comparação ao período anterior. No entanto, os números alcançados foram mais discretos, tendo o setor registrado, no ano passado, crescimento médio de 15%. Para 2015, a projeção é menos otimista: as empresas esperam crescer apenas 11% na comparação com o ano anterior.

A expectativa mais ponderada no que diz respeito ao crescimento de suas empresas em 2015 é reflexo dos fatores, destacados pelas pesquisadas, como grandes influenciadores deste mercado. No levantamento de 2014, projetos de infraestrutura e setor de construção civil aquecido foram os mais votados, por 32% e 28% dos entrevistados, respectivamente. Na pesquisa deste ano, as empresas parecem esperar ajuda governamental, já que a maioria das que responderam à pesquisa (29%) apontou os programas de incentivo do governo como elemento que deve mais impactar o mercado. A reocupação com a economia brasileira também cresceu. No levantamento de 2015, 15% das empresas destacaram a desaceleração econômica do país. No ano passado, somente 10% se mostraram se importar com isso.

Clique aqui para fazer o download da pesquisa na íntegra.

Comentários

Deixe uma mensagem