Instrumentos de teste e medição

jan, 2015

Edição 107 – Dezembro de 2014

Mercado de equipamentos para teste e medição

Onda de pessimismo também está presente entre fabricantes e distribuidores de instrumentos para testes e medição, os quais conferem à desaceleração econômica a responsabilidade pelo baixo desempenho do mercado em 2014

Em consonância às inúmeras especulações e estudos que avaliaram 2014 como um ano economicamente debilitado, também os fabricantes de instrumentos de testes e medição atribuem à desaceleração da economia brasileira o baixo crescimento deste mercado neste ano. Para a maioria das empresas pesquisadas, este foi um fator determinante para que a previsão de crescimento médio do seu faturamento ficasse em 11% para este ano. Para o mercado como um todo, a expectativa é de crescimento médio de 8%. Segundo o levantamento, em 2013, este mesmo segmento cresceu a uma média de 12% na comparação com o ano anterior.

Os números vão ao encontro da última sondagem setorial realizada pela Associação Brasileira da Indústria Elétrica e Eletrônica (Abinee). De acordo com a instituição, o desempenho da indústria eletroeletrônica em 2014 ficou abaixo do esperado. A expectativa no final do ano passado para este ano era de um acréscimo de faturamento da ordem de 5%, o mesmo crescimento apresentado em 2013, mas, conforme o último levantamento, o faturamento nominal do setor deverá crescer somente 2% em 2014, passando de cerca de R$ 156,7 bilhões para R$ 159,3 bilhões.

Na pesquisa realizada pela revista O Setor Elétrico, publicada na íntegra a seguir, a crise internacional e a falta de normalização para os produtos deste segmento também foram apontadas como fatores de risco que influenciaram negativamente o mercado.

Clique aqui para fazer o download da pesquisa na íntegra.

Comentários

Deixe uma mensagem