Esclarecimentos sobre as classificações BD1, BD2, BD3 e BD4

set, 2015

Edição 115 – Agosto de 2015
Espaço 5410

Esta seção é dedicada a um resumo do que vem sendo discutido nas reuniões de 2015 de revisão da norma ABNT NBR 5410:2004, baseada nas alterações do texto da IEC correspondente e nos pontos apresentados pelos participantes. É importante sempre ressaltar que as citações desta coluna constituem um relato do que foi discutido e que foram aprovadas na reunião plenária pela comissão de estudos, porém, a aprovação como parte oficial do projeto de norma somente será feita antes de o texto ser enviado para consulta nacional.

Algumas seções que serão complementadas somente ao final dos trabalhos de revisão (por exemplo, referências normativas) não estão descritas aqui.

A revisão da norma ABNT NBR 5410 seguiu com a análise do texto base e das sugestões. Em função da revisão de alguns pontos que haviam sido discutidos anteriormente, está sendo reproduzido o texto de consenso da reunião de agosto de 2015.

Uma importante ação foi tomada nessa última reunião, com a presença de um representante do Corpo de Bombeiros do Estado de São Paulo, o Tenente Coronel Adilson Antonio da

Silva, que vem acompanhando há longa data as discussões da CE 03:064.001 e que participou ativamente da elaboração da IT 41 da Corporação, aplicável à inspeção de instalações elétricas de baixa tensão no Estado de São Paulo.

O objetivo foi trazer a experiência do Corpo de Bombeiros para a elucidação das dúvidas dos participantes da Comissão em relação à classificação BD1, BD2, BD3 e BD4.

Em função das discussões, ainda não está estabelecido o texto final do projeto, que se dará na reunião de setembro. Ainda fica pendente a conceituação sobre as condições BD (tabela 21) de ser aplicada a um local/condição específico ou a toda a edificação.

Além das discussões sobre as condições BD, foram apresentadas informações sobre os dispositivos detectores de arco, obrigatórios nos Estados Unidos, cuja função principal é prevenir a degradação de isolação de condutores e dispositivos em função de pequenos arcos elétricos causados por danos em instalações aparentes, tomadas e cordões de alimentação de equipamentos e que podem ter como consequência princípios de incêndio e choques elétricos.

Será disponibilizado pelo Coordenador da CE aos participantes cadastrados no sistema Livelink da ABNT um material informativo sobre o uso de cabos isolados em silicone em circuitos de segurança que apresentam alto desempenho no tempo de suporte a incêndios e cujas normas internacionais estão emitidas ou em estudo no âmbito da IEC e de países europeus.

Em função das apresentações e debate, na próxima reunião, a Comissão continuará a revisão do texto base da revisão, considerando as contribuições apresentadas acima.

 


A última reunião da comissão da ABNT que revisa a ABNT NBR 5410:2004 contou com a participação do Corpo de Bombeiros do Estado de São Paulo, que contribuiu com suas experiências relativas à Instrução Técnica 41, que determina a inspeção de instalações elétricas de baixa tensão em São Paulo.


* Eduardo Daniel, consultor da MDJ Assessoria e Engenharia Consultiva, superintendente da Certiel Brasil e coordenador da Comissão de Estudos 03:064-001 do CB-3/ABNT, que revisa a norma de instalações de baixa tensão ABNT NBR 5410.

Comentários

Deixa uma mensagem

%d blogueiros gostam disto: