Equipamentos para transmissão e distribuição de energia

jun, 2016

Edição 124 – Maio de 2016

 

Transmissão e distribuição aguardam investimentos no setor

Apesar das incertezas, mercado acena positivamente. Distribuidoras devem melhorar fluxo de caixa após reajustes tarifários e companhias de transmissão contam com os leilões de LTs.

 

O cenário econômico do Brasil continua nebuloso, afetando diversos setores da sociedade. Na área elétrica, as coisas não caminham de modo diferente, como mostra a Sondagem Conjuntural do Setor Eletroeletrônico realizada pela Associação Brasileira da Indústria Elétrica e Eletrônica (Abinee) para o último mês de abril. Conforme o levantamento, a queda relacionada às vendas e encomendas das empresas do segmento aumentou de 54% em março para 57% em abril de 2016. Consequentemente, as indicações de crescimento caíram de 29% para 23%.

No que se refere especificamente aos fabricantes de equipamentos para transmissão e distribuição de energia elétrica – foco da pesquisa deste mês da revista O Setor Elétrico –, o mercado parece estar melhorando, embora ainda existam muitas incertezas. Conforme a Sondagem da Abinee, no caso da distribuição, a expectativa é favorável devido aos reajustes das tarifas de energia elétrica, o que deve melhorar o fluxo de caixa das concessionárias, possibilitando que elas aumentem os investimentos na área.

Quanto ao segmento de transmissão, os leilões de linhas continuam alavancando investimentos na área e aquecendo o mercado. O mais recente certame ocorreu no último dia 13 de abril. Nele, foram arrematados mais de 3400 quilômetros de LTs e subestações, que agregam 7.265 MVA em capacidade ao sistema. Dos 24 lotes ofertados na ocasião, 14 foram negociados. Apesar dos 10 lotes vazios, o diretor da Aneel, José Jurhosa, disse na época que se tratava de valor significativo, haja visto o momento econômico do país. Um próximo leilão está programado para o dia 1º de julho.

 

Clique aqui para fazer o download da pesquisa na íntegra.

Comentários

Deixe uma mensagem