Cursos e treinamentos

mar, 2016

Edição 121 – Fevereiro de 2016

Cursos a distância ganham destaque

Em pesquisa do ano passado, apenas 10% das empresas declararam oferecer este tipo de curso.
No levantamento deste ano, este número cresceu para 31.

 

A internet ganha cada vez mais espaço no segmento elétrico ao facilitar a interação entre uma empresa e seus clientes, tornando mais rápidos e eficientes seus processos. No segmento de cursos e treinamentos para área elétrica no Brasil, a ferramenta também vem adquirindo cada vez mais relevância. Pelo menos é o que mostra a pesquisa desta edição da revista O Setor Elétrico feita com empresas de treinamento da área. No levantamento realizado em 2015, apenas 10% dos cursos oferecidos eram a distância (virtuais). No estudo deste ano, a participação apresentou uma elevação considerável, chegando a 31%. Não obstante, treinamentos “in loco” continuam sendo os mais disponibilizados pelas companhias da área. De acordo com 97% das empresas, os cursos presenciais estão entre os mais procurados, assim como os chamados cursos “in-company”, apontados por 88% das entrevistadas.

No que refere aos temas de cursos mais procurados, assim como em 2015, a pesquisa atual apontou o tema aterramento como o mais popular, com a preferência de 37% das pessoas, de acordo com as empresas entrevistadas. Logo atrás, como assunto mais popular, estão: o Sistema de Proteção contra Descargas Atmosféricas (SPDA) e a Norma Regulamentadora nº 10 – Segurança em Instalações e Serviços em Eletricidade, a NR 10, com 34% e 31% da preferência dos alunos, respectivamente. Já os cursos menos buscados são instalações elétricas de alta tensão; instalações elétricas de média tensão; e redes de distribuição, com preferência de 22% cada.

Outra informação relevante sobre treinamentos para área elétrica que pode ser encontrada no levantamento é o valor médio das aulas. Levando em consideração as respostas, pode-se atestar que não se trata de uma atividade barata realizar cursos de capacitação e aprimoramento no segmento elétrico. Conforme o levantamento, a maioria das empresas que participou da pesquisa (35%) afirma que seus cursos custam mais do que R$ 800 por aluno e 28% declaram ministrar treinamentos com valor entre R$ 300 e R$ 500 por aluno. Somente 12% dizem oferecer cursos de forma gratuita.

 

Clique aqui para fazer o download da pesquisa na íntegra.

Comentários

Deixa uma mensagem

%d blogueiros gostam disto: