CINASE: A oportunidade para atualização técnica e geração de negócios

dez, 2015

Edição 118 – Novembro de 2015
Por José Starosta – Consultor Técnico

O sexto ano do Circuito Nacional do Setor Elétrico (CINASE) foi concluído em sua 23ª edição que ocorreu em Brasília neste mês de novembro de 2015. O tema central: “uma viagem pelas instalações elétricas” foi adotado nas três edições realizadas nas cidades de Joinville (SC), Recife (PE), além da própria edição em Brasília (DF). Vale a pena comentar o alto nível de interesse das comunidades técnicas destas cidades.

A proposta da viagem considerou uma visão abrangente pelas instalações elétricas desde o suprimento pelas concessionárias locais e suas pertinentes preocupações regionais, fontes renováveis, sistemas de entrada e distribuição de energia em média tensão e baixa tensão, aspectos de manutenção e operação de sistemas elétricos, a nova ABNT NBR 5419 – Sistemas de Proteção contra Descargas Atmosféricas, aspectos de segurança de operação com a NR 10, sistemas de iluminação, além de qualidade de energia e eficiência energética.

Os temas foram desenvolvidos por especialistas e patrocinadores que se revezaram durante os dois dias de evento para apresentar, discutir e fundamentalmente debater os temas em animadas conversas. A comunicação foi incrementada pelo aplicativo (iOS e Android) que foi especialmente desenvolvido com interessantes funções de perguntas e respostas, além de rede de comunicação entre todos os participantes. As apresentações foram também disponibilizadas no aplicativo que pode ser utilizado como meio de comunicação entre os participantes (congressistas, especialistas e patrocinadores) mesmo depois que o evento termine, prolongando a comunicação entre os membros desta rede que foi estabelecida.

Ao final, o workshop apresentado no modelo de perguntas e respostas se apresentou como uma oportunidade, em que os congressistas puderam medir sua familiaridade aos temas apresentados e os especialistas e patrocinadores de elucidar os principais pontos de suas apresentações em forma de questões específicas. Durante os debates livres que ocorreram com alto interesse dos congressistas, em uma “grande sala de aula”, o gabarito foi sendo apresentado em meio à distribuição de brindes para as melhores respostas. Sem dúvida uma experiência ímpar que garantiu a estas três etapas um alto astral de fechamento do congresso.   

Esperamos o que vem por aí em 2016, mas as oportunidades geradas para todos neste projeto nos trazem a certeza de que muitas novidades estão a caminho. Por pior que seja a situação, não podemos aceitar que nossa criatividade e esperança serem cerceadas em momentos de crise; a crise há de passar e certamente viveremos novas experiências e oportunidades. Que tenhamos saúde para isso!

Eng. José Starosta
Consultor da revista O Setor Elétrico
consultor@osetoreletrico.com.br

Comentários

Deixa uma mensagem

%d blogueiros gostam disto: