Balanço de 2011 e perspectivas para 2012

jan, 2012

Edição 71 / Dezembro de 2011
Por Juliana Iwashita 

Quando chega o final do ano sempre fazemos um balanço do que ocorreu durante o período e o que desejamos para o ano seguinte. Ao final de doze meses, é com grande satisfação que vejo a evolução dessa coluna. Nela comentamos alguns dos principais aspectos da iluminação considerada eficiente na atualidade.

Abordamos importantes temas, como sustentabilidade; conceitos luminotécnicos mais aprofundados de vida e reprodução de cor; aspectos do projeto luminotécnico considerados na revisão da normalização brasileira; vantagens dos Leds e as preocupações para retrofits com esta tecnologia; temas atuais discutidos em conferências internacionais da CIE, como a visão mesópica e a iluminação pública com Leds; as principais certificações de edificações e as vantagens da utilização de sistemas de controle de iluminação.

Alguns conceitos de iluminação vêm mudando de forma bastante rápida com a introdução de novas tecnologias como os Leds. O avanço desta tecnologia vem propiciando a substituição de equipamentos menos eficientes com melhora significativa na relação custo-benefício e abrindo caminho para novas aplicações de iluminação até então pouco exploradas como o embelezamento urbano com iluminação de fachadas e vias públicas.

O ganho em eficiência energética vem demonstrando viabilidades econômicas para algumas aplicações como substituição de lâmpadas incandescentes e halógenas e uma evolução cada vez mais viável do uso de Led em aplicações comerciais e industriais. Neste ano, a tecnologia Led já atingiu patamares de 230 lm/W para Leds brancos em laboratório e 150 lm/W para brancos frios em Leds comerciais. Segundo a CREE, um dos principais fabricantes de Leds de alta performance, houve em 2011 um aumento de vendas de 14%. Perspectivas para 2012 indicam o incremento da tecnologia em mais aplicações, reduções de custos e melhorias dos componentes. A Figura 1 indica o roadmap de evolução dos Leds publicado pelo DOE neste ano.

 

Figura 1 – Roadmap dos Leds. Fonte: DOE, 2011 cedido por Lumileds Philips.

A Nichia, empresa que patenteou o primeiro Led azul em 1993 e desenvolveu a tecnologia do Led branco em 1996, com a conversão do Led azul utilizando fósforo, é considerada a maior referência em Leds brancos para aplicação em iluminação. Destaque, principalmente, para o controle apurado das características de temperatura e manutenção de cor atingindo eficácias luminosas superiores a 80lm/W para Leds brancos quentes.

Observa-se que a iluminação vem sofrendo muita evolução tecnológica, aumento de desenvolvimento de novos equipamentos e mudanças conceituais, algumas delas bastante enraizadas e tradicionais. Assim, esta coluna vem sendo muito importante para divulgação e discussão sobre esses temas.

Agradeço o apoio dos vários amigos e colegas que me incentivaram neste projeto e sugeriram assuntos relevantes para discussão. Em 2012 continuaremos com temas atuais, trazendo informações técnicas e conceitos luminotécnicos para elaboração de projetos e instalações eficientes de iluminação. Um ótimo ano novo, com muita luz a todos!

Comentários

Deixe uma mensagem