Avaliações e reconhecimentos em sustentabilidade – Parte II

jan, 2014

Edição 95 – Dezembro de 2013
Por Michel Epelbaum

Em 2013 falamos de resíduos eletroeletrônicos e substâncias controladas, ISO 50001 e novidades normativas, do PIBinho, das mudanças no setor elétrico, e dela, tão esperada, a Copa do Mundo sustentável!

E lá se vai 2013, e chegamos a 2014! Seguimos falando sobre avaliações e reconhecimentos em sustentabilidade: em novembro último, a BM&F Bovespa divulgou a carteira do Índice de Sustentabilidade Empresarial (ISE) da Bolsa de Valores de São Paulo para 2014. Ele foi criado em dezembro de 2005, com o objetivo de ser uma referência para o investimento socialmente responsável (ISR) e indutor de boas práticas no meio empresarial brasileiro. A metodologia foi definida pela Fundação Getulio Vargas, sendo controlada por Conselho constituído por entidades representativas e auditada por empresa independente. Ela faz parte do elenco internacional de indicadores de ISRs em bolsas de valores, como o Dow Jones Sustainability Index (DJSI – EUA) e FTSE4Good Index (Reino Unido).

O ISE reflete o retorno de uma carteira composta por 51 ações de 40 companhias nacionais de 18 setores, selecionadas dentre as 200 mais negociadas de 183 companhias no pregão, pelo desempenho nos questionários das sete dimensões a seguir (fonte: https://www.isebvmf.com.br/ – versão 2013):

Onze empresas do setor de energia e uma do setor elétrico fazem parte do ISE 2014 (já faziam parte do ISE 2013).

A avaliação do ISE constatou melhoria da gestão da sustentabilidade das empresas em relação ao último ano, destacando-se:

– 65% dizem prestar contas sobre suas metas sociais (54% em 2012);

– 68% afirmam dar satisfação sobre as metas ambientais (62% em 2012);

– 100% delas publicam relatórios de sustentabilidade, 95% de acordo com as diretrizes da Global Reporting Initiative (GRI).

– 55% das participantes (22 empresas, incluindo 9 do setor elétrico/energia) autorizaram a BM&F Bovespa a divulgar no site do ISE as respostas de seus questionários de avaliação  (37% em 2013).

Abordaremos as respostas das nove empresas do setor elétrico incluídas no ISE em uma coluna futura.

Que o ano de 2014 avance em realização, felicidade e energia sustentável!

Comentários

Deixe uma mensagem